Descubra 7 dicas inovadoras para reduzir custos em médias e grandes empresas
ARTIGOS

Descubra 7 dicas inovadoras para reduzir custos em médias e grandes empresas

Escrito por

Fazer uma gestão eficiente dos recursos disponíveis é de extrema importância para garantir o desenvolvimento sustentável dos negócios. Para manter as contas sempre equilibradas é importante, também, trabalhar na redução de custos, gerenciando equipes com atenção nas despesas fixas e variáveis. Dessa forma, é possível evitar desperdícios e prevenir problemas futuros.

No post de hoje, separamos 7 dicas para você reduzir os custos em sua empresa. Confira!

Por que focar na redução de custos?

Em tempos de crise econômica, a redução de custos tem sido vista, por muitos analistas, como uma necessidade por muitas empresas para garantir bons resultados.

Isso porque, além de aumentar a margem de lucro, diminuir os gastos pode ajudar a melhorar a competitividade. Com recursos disponíveis, é possível investir mais em pessoas, soluções e softwares para alavancar os negócios e oferecer aos clientes soluções e produtos de maior qualidade.

Mas, ao contrário do que muitos talvez possam imaginar, a redução de custos não está, necessariamente, ligada ao corte de pessoal. Atualmente, algumas estratégias bem simples podem ser implementadas nas empresas para alavancar os negócios, sem causar impactos negativos no dia a dia dos colaboradores. Acompanhe:

1. Reveja os processos

O primeiro passo para garantir uma redução de custos eficiente é rever os seus processos, a fim de identificar falhas e oportunidades. Lembre-se de que você precisará tomar decisões, mesmo que elas sejam difíceis. Uma das melhores formas de fazer isso é identificar e compreender as diferenças entre os custos ruins, bons e ótimos:

  • custos ruins: relacionados a itens que não se alinham à estratégia e aos objetivos da empresa. Esse tipo custo deve ser cortado e realocado em outras áreas, para que possa ser utilizado de forma eficiente;

  • custos bons: são aqueles capazes de ajudar a conduzir as iniciativas que suportam as metas de crescimento da empresa;

  • custos ótimos: são os que ajudam a construir e expandir o negócio. Os recursos investidos que se destacam como verdadeiros diferenciais competitivos.

Esse tipo de classificação permite um corte de gastos mais estratégico, o que ajuda a maximizar o investimento realizado. Vale lembrar que, às vezes, não é necessário eliminar completamente um processo ou área, basta redesenhar e realocar o recurso, por exemplo.

2. Invista na melhoria contínua

Buscar soluções e pensar em estratégias que podem ajudar a melhorar os processos e a operação são procedimentos que devem ser realizados com frequência e por todos os membros da equipe. Afinal, nada melhor do que uma ideia originada por quem vivencia a rotina do negócio, não é mesmo?

Por isso, é importante envolver todos os colaboradores e incentivá-los por meio de sessões de brainstorming, reuniões de melhoria etc. São medidas simples, mas que podem garantir o aumento da produtividade.

3. Foque na sustentabilidade

Economizar energia — desligar o ar-condicionado, apagar as luzes, tirar equipamentos da tomada, entre outros — pode gerar um resultado significativo no fim do mês. Além do ganho em caixa, a empresa ainda colabora com o meio ambiente.

Outra ação sustentável está ligada à redução do consumo de papel. Todos os dias, os colaboradores consomem muito com impressões, que, muitas vezes, são desnecessárias e acabam no lixo.

Um artigo publicado no Money Crashers revelou que a melhor forma de reduzir custos é utilizar armazenamento eletrônico. Por isso, adotar medidas como documentos online, arquivos em nuvem, entre outros, pode gerar uma significativa redução de gastos.

É possível utilizar os papéis impressos como rascunhos, configurar as impressoras para imprimir frente e verso e conscientizar os funcionários a ter em mãos apenas o que for absolutamente necessário.

Os copos descartáveis utilizados para beber café e água, por exemplo, geram um custo elevado nas empresas. A ideia aqui é que eles sejam substituídos por canecas individuais e squeezes.

4. Invista em softwares de gerenciamento

Os softwares de gerenciamento de negócios são uma ótima forma de aumentar a produtividade, evitar desperdício e, consequentemente, alavancar os resultados. Eles ajudam a identificar vulnerabilidades em processos e na qualidade de serviços e produtos, permitindo a implementação de projetos que otimizem suas operações.

Além disso, esses softwares ainda permitem a criação de etapas para a realização de tarefas e o monitoramento do desenvolvimento e progresso dos projetos e, claro, dos colaboradores.

5. Aposte na gestão estratégica da manutenção

Realizar a gestão estratégica da manutenção permite que o empreendedor analise a situação da empresa, acompanhando as ações e garantindo que os recursos disponíveis sejam empregados de maneira correta.

Esse tipo de gestão permite estabelecer diretrizes, determinar onde e quando determinada manutenção será realizada na empresa e sistematizar as ações conforme importância e urgência.

6. Avalie seus fornecedores

Uma empresa depende dos seus fornecedores para garantir o pleno funcionamento. No entanto, os custos com esse tipo de parceria podem ser muito elevados e, por isso, é preciso trabalhar para reduzi-lo.

O ideal é que o gestor realize, constantemente, pesquisas de mercado para verificar a possibilidade de experimentar novos fornecedores ou checar se é possível consolidar os serviços, garantindo um benefício financeiro.

Por exemplo, o fornecedor de produtos de limpeza pode oferecer matéria-prima ou café para a máquina. Essa entrega combinada, com certeza, trará vantagens.

7. Promova um ambiente saudável

Funcionários felizes geram resultados mais positivos. Não importa o tamanho da empresa e nem o segmento, essa máxima é verdadeira para qualquer negócio. Sendo assim, engaje seus colaboradores e torne-os parte principal da cultura de mudança.

Compartilhar conquistas e resultados, bem como ser um líder competente e participativo, podem ser ótimas maneiras de garantir que eles enxerguem o quanto o próprio trabalho é importante para o negócio.

A capacitação por meio de treinamentos também pode ser muito útil para aumentar a produtividade, já que os colaboradores estarão mais aptos a desenvolver seu trabalho e solucionar problemas.

Apesar de simples, essas ações de redução de custos podem garantir que o negócio cresça de maneira sustentável. Além de aumentar o poder de compra e investimento, é possível garantir que sua empresa se destaque em relação aos concorrentes e, principalmente, se organize, evitando surpresas e problemas futuros.

Agora que você já sabe como reduzir os custos em médias e grandes empresas, compartilhe estas dicas com seus amigos nas redes sociais!

 

Sobre o autor

Deixar comentário.

Share This