Descubra como é a relação entre a Internet das Coisas e a gestão da manutenção

78290 conteudo avancado descubra como e a relacao entre a internet das coisas e a gestao da manutencao 810x810 - Descubra como é a relação entre a Internet das Coisas e a gestão da manutenção

A Internet das Coisas (Internet of Things) saiu do status de “tecnologia futurista” para assumir a faceta de um dos pilares da transformação digital que o mundo corporativo está vivenciando. Tanto que, de acordo com a consultoria IDC, as principais tecnologias que a compõem movimentaram mais de 1,7 bilhão de dólares no Brasil em 2016.

Cada vez mais, sua aplicabilidade ganha versões diferentes daquelas que estamos acostumados a acompanhar na mídia. Tanto que há inclusive esforços do governo para potencializá-la no país — o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) já atua num plano para fomentar a criação de soluções que, certamente, serão replicadas na iniciativa privada.

Já imaginou que o fato de termos mais e mais objetos conectados pode favorecer o setor como nunca antes?

Continue lendo para saber mais!

O conceito de Internet das Coisas

Para começar, vamos rememorar o conceito de Internet das Coisas. Do inglês Internet of Things, ou simplesmente IoT, trata-se de um inovador conceito de computação que explica a conexão dos mais variados objetos a web.

Para se ter uma ideia da dimensão da IoT, de acordo com a Hewlett Packard Enterprise, 85% das organizações de todo o mundo devem investir nela até o final de 2019. 

Como a Internet das Coisas pode otimizar os processos de gestão da manutenção

Naturalmente, visando obter as vantagens competitivas de um processo de gestão da manutenção bem aplicado (aumentar confiabilidade, melhora da qualidade, reduzir custos, aumentar vida útil, obter segurança), é importante que os gestores da área acompanhem a evolução da tecnologia.

E é aí que começamos a vislumbrar a relação entre a gestão da manutenção e a Internet das Coisas. 

As vantagens de utilizar Internet das Coisas na gestão da manutenção dentro das empresas

E as vantagens são muitas. Por meio da coleta instantânea de informações sobre os equipamentos, por exemplo, é possível antecipar prováveis problemas.

A Internet das Coisas possibilita que os gestores de manutenção tenham mais dados com os quais trabalhar.

Assim, as devidas tratativas ocorrem de forma mais rápida e com o menor impacto possível nos demais departamentos da empresa.

Como a Internet das Coisas pode oferecer mais inteligência e agilidade nos processos de gestão da manutenção

Atualmente, devido à instabilidade econômica e à redução dos investimentos em maquinários, a gestão da manutenção se torna ainda mais necessária para garantir o bom funcionamento dos equipamentos e estruturas atuais, para que as empresas estejam preparadas quando a economia reaquecer.

Ao mesmo tempo, há uma expectativa de melhoria na otimização dos processos de gestão e manutenção de ativos como uma alternativa de competitividade, pois o mercado está cada vez mais exigente e pede soluções inovadoras em tempo hábil. E essa expectativa está diretamente relacionada com o avanço das tecnologias que podem ser utilizadas no setor.

Obviamente, a Internet das Coisas não funciona sozinha. É preciso armazenar as informações coletadas em diferentes equipamentos. 

E você, já havia pensado em como a Internet das Coisas pode trazer inúmeros benefícios para a gestão da manutenção? O que achou deste artigo? Siga-nos nas redes sociais para não perder nenhum dos nossos conteúdos: Facebook, Google + e LinkedIn!

 

Deixar comentário.

um × quatro =

Share This