Manutenção Comparada à Vida
Manutenção

Manutenção Comparada à Vida

Engeman
Escrito por Engeman

setor de manutenção muitas vezes é visto como o mais caro da empresa, no qual se tem custos com reparos, trocas, perdas e substituições. Mas se avaliarem bem poderão encontrar soluções para mudar esse quadro, passando a ter menos custos e gerando mais lucros que é o que todos buscam, mas nem sempre conseguem por muitos motivos.

Um deles é a falta de controle eficaz.

Com uma metodologia a ser seguida você conseguirá melhorar esse gerenciamento e ter em mãos informações comparativas de todos os trabalhos executados, todos os resultados positivos e negativos dos processos. Para isso a empresa precisa que o planejamento e recursos estejam preservados e livres de qualquer surpresa.

Comparando essa situação vou usar como exemplo um ser humano que precisa estar bem para continuar vivendo e produzindo.

Dentro do setor de manutenção existem operários, máquinas e equipamentos que precisam funcionar perfeitamente para execução dos projetos, não é? É aí que proponho uma solução que controle e planeje a manutenção na empresa.

Seria como um “médico” que vai observar e medicar a máquina de acordo com o desgaste sofrido no dia a dia pela maquina. Nós precisamos desse especialista para cuidar da nossa saúde quando apresentamos algum problema ou alguma falha em nosso organismo, esse mal estar vai nos gerar vários transtornos e atrasar nossas atividades como trabalhar, estudar, mantermo-nos de pé para exercer nossas funções.

Software Engeman® seria esse especialista, esse médico que acompanharia todos os passos ligados à manutenção, uma ferramenta que induz o usuário a trabalhar com as melhores práticas de manutenção.

Hoje existem etapas para que o controle seja feito e para que se evitem as paradas, as quebras e as perdas na produção ou nos serviços. Isso quer dizer “lucro x prejuízo”. Se a empresa adquire um sistema ela estará investindo em uma tecnologia para reduzir custos e gerar ganhos, assim como otimizar perdas de mão de obra com retrabalhos. Seguindo uma matemática de trabalho e uma lógica que sempre poderá ser comparada por meio de informações geradas pelo sistema, no caso do Engeman®: relatórios, KPI’S e gráficos.

Dentre essas lógicas trabalhamos com as manutenções: Elas vão agir no controle para evitar que problemas inesperados aconteçam.

Imaginemos que por falta de planejamento o usuário não se programe para uma determinada manutenção e não consiga evitar uma quebra ou uma parada. Quando isso acontece ficam loucos, desesperados, tentando fazer com que tudo volte a funcionar. Esse é um exemplo simples de manutenção corretiva, usam o equipamento até que este acabe, sem nenhum acompanhamento.

  • Preventiva
  • Corretiva
  • Preditiva

Vou usar uma linguagem bem simples para que todos entendam em que ponto quero chegar. Quando comecei falando de manutenção usei uma pessoa como exemplo e como em nossas vidas e no dia a dia precisamos nos programar para não sermos pegos de surpresa.

Manutenção Corretiva

Essa ainda é infelizmente uma das mais executadas atualmente pelas empresas.

Muitas vezes pela falta de um controle específico, por falta de comunicação interna entre os funcionários, por questões financeiras, humanas e materiais, também por falta de uma visão abrangente sobre o que realmente é importante e primordial.

Por esse motivo justamente naquela época de alta produção, com uma grande demanda de serviços e datas de entrega, a máquina ou equipamento deixa de funcionar. Aí é hora da correria.

Vocês já viram de perto um setor de produção com manutenções internas?

Parece realmente um centro cirúrgico, todos tentando resgatar a vida da máquina a tempo.

É aí que entra a importância da outra manutenção: A Manutenção Preventiva.

Manutenção Preventiva

Como o nome já diz, manutenção Preventiva é aquela que prevê algo que possa acontecer e busca evitar que realmente aconteça. Fazendo um controle e um acompanhamento por data específica planejada ou não planejada você poderá medir odesempenho da máquina e programar as manutenções nos períodos definidos.

manutenção preventiva é a mais barata e a mais indicada, claro.

Voltando ao exemplo de um paciente: não é muito mais fácil fazer um acompanhamento com cardiologista, fazer um check-up e saber como anda o coração, a pressão, do que de repente ter uma surpresa e sofrer um infarto e parar de vez?

Então o custo desse acompanhamento médico sai bem mais em conta e confiável do que você ter que remediar depois ou nem poder mais remediar.

Com a máquina é a mesma situação. Mesmo sem nenhum defeito apresentado, a melhor medida é agendar uma avaliação para conferir seu andamento.

Manutenção Preditiva

A menos utilizada é a manutenção Preditiva.

Muitos profissionais da área não sabem dizer exatamente o que ela faz, por isso vou explicar.

Eu, como gestora de negócios, em meus contatos de qualificação diretamente com o executante, planejador ou engenheiro, me deparo com essa situação quando pergunto quais as manutenções executadas pelo setor e muitos me dizem preventiva e corretiva.

Pergunto: “E manutenção preditiva?”.

E me respondem: “O que é essa? Me explique?”.

Aí tento da forma mais simples levá-los ao entendimento do que é e a importância dessa manutenção.

Então volto a usar o meu paciente:

Seria como se um paciente adotasse o hábito de medir a pressão, ou mesmo os batimentos cardíacos semanalmente ou mesmo mensalmente, ele ou o medico vão definir essa programação, ou seja, esse planejamento.

Vamos supor que você comprou uma máquina que trabalhe por seis meses até que seja efetuada a primeira manutenção, você já sabe que ela terá essa expectativa de trabalho, podendo durar mais ou menos.

Então para acompanhar essa vida útil você agendará controles para análises demedição, estudo das vibrações, análise dos óleos, análise do estado das superfícies e análises de peças.

Essa manutenção vai indicar as condições reais de funcionamento da máquina, para que seja aproveitada da melhor forma por mais tempo útil.

Sem um plano bem executado e sem um controle detalhado dos processos nada funciona, assim como também não funcionará em nossas vidas, com nosso corpo ou em qualquer projeto.

Definindo um bom plano de manutenção a empresa vai produzir mais, gerar mais lucro, agregar mais e possivelmente gerar menos custos, possibilitando que os gastos antes frequentes sejam investidos em outros setores da empresa.

Para que sua empresa alcance os objetivos acima é essencial o uso de uma ferramenta informatizada.

Sugiro o Software de manutenção Engeman®, especialista no segmento e consolidado no mercado há mais de 20 anos. Hoje a ferramenta mais vendida e com melhor custo / benefício para sua empresa.

Visite o nosso site e veja como uma solução especialista como Engeman® poderá ajudá-lo a reduzir custos e a trabalhar com mais eficiência, obtendo retorno em curto prazo.

“Não aponte defeitos, aponte soluções” Henry Ford

Sobre o autor

Engeman

Engeman

Deixar comentário.

Share This