Planejamento de Manutenção
Planejamento

Planejamento de Manutenção

Engeman
Escrito por Engeman

A manutenção está sempre presente em nossas ações cotidianas, mesmo sem percebermos, utilizamos seus conceitos quando levamos um eletrodoméstico para garantia ou nosso carro ao mecânico. Esses atos são as manutenções corretivas, elas acontecem por problemas inerentes à fabricação do produto, como no caso do eletrodoméstico, onde houve alguma falha na linha de produção e que nos foi repassada como consumidor final, dessa forma não poderíamos realmente prever que o defeito aconteceria.

Já a situação do carro no mecânico é previsível, qualquer motorista sabe que, por exemplo, um sistema de refrigeração precisa de água para seu correto funcionamento e que a falta dela pode causar danos que levarão a um problema nesse sistema. Porque então tantos insistem em deixar esse problema ocorrer? É aí que entra o planejamento. Planejamento é a inteligência da manutenção, com este ato conseguimos muitas vezes garantir que uma situação provável de pane não aconteça tomando medidas preventivas ou preditivas e se caso aconteça, tenhamos medidas de contingência para minimizar os danos causados. Essa é a essência do planejamento.

Pode não ser comum o planejamento em nossos atos cotidianos, mas, com certeza, se fosse comum evitaríamos gastos desnecessários. No mundo empresarial atual o planejamento é essencial para sobrevivência, pois traz uma redução de custos inteligente para a empresa, aumenta a confiabilidade na produção e consequentemente à confiança dos clientes em nossos produtos. Porem para um planejamento da manutenção eficiente precisamos de ferramentas que nos auxiliem a criar tais medidas. Essas ferramentas são em grande maioria softwares especialistas na gestão e planejamento da manutenção como, por exemplo, o Engeman®. Este software permite planejar ações preventivas, preditivas e até mesmo corretivas para um equipamento caso aconteça alguma situação previsível que indique ou que possa gerar uma pane no futuro. Esse planejamento é criado para cada equipamento ou grupo de equipamentos através do recurso de Programação da manutenção do software. A programação consiste no relacionamento dos equipamentos com seus respectivos planos de manutenção, através deste, o sistema fará a geração automática das O.S.’s para serviços preventivos, inspeções, trocas programadas e etc. Existem oito programações disponíveis. A programação Periódica é utilizada quando as manutenções têm como referência uma periodicidade expressa em dias. São os casos das manutenções semanais, mensais, semestrais, etc. Ao fazer esta programação é necessário que tenhamos informações como o Plano a ser executado e a Periodicidade, expressa em dias.

A programação Data Específica tem como finalidade permitir que se fixe uma data para a execução de qualquer serviço que possua um plano de manutenção. Para isso utilizam-se parâmetros para determinar a execução do serviço como Dia, Mês, Ano, Semana do Ano, Semana do Mês, Dia da Semana. Como Exemplo tem-se manutenções que devem ser executadas: 

Todo dia 1° independente do mês; 

Todo dia 12 de Outubro; 

Toda Segunda-Feira; 

Toda Semana 28, etc… 

A programação Acumulativa é utilizada em manutenções que tem como referência as horas trabalhadas de um equipamento, quantidade produzida acumulada ou quilometragem rodada no caso de veículos. Para utilizar esta programação o equipamento em questão deve possuir um “Ponto de Controle Acumulativo”. Dessa forma é determinado o Plano a ser executado e o Limite do ponto de controle a ser atingido para que o sistema gere as Ordens de Serviço. Como exemplo tem-se um plano para Troca de Óleo de um veículo, que deve ser realizado a cada 3000 km rodados. A programação por Tendência é utilizada para monitorar fatores variáveis como análises de vibração, termografia, vazão, desgaste, etc. Para utilizar esta programação o equipamento em questão deve possuir um “Ponto de Controle Tendência”. Cada um dos fatores deve possuir um ponto de controle e também um limite de alerta, assim quando o Limite de alerta for atingido, o plano definido será executado.

A programação Eventual corresponde ao monitoramento de eventualidades apresentadas pelo equipamento, estas determinam a execução de algum serviço ou inspeção que será lembrado pelo sistema em forma de O.S.. Este tipo de planejamento precisa de informações como o Plano que deverá ser realizado caso um Evento que apresente uma determinada quantidade de ocorrências em um período expresso em dias. A programação Eventuais/Serviços poderá ser utilizada para monitorar e combater ocorrências em excesso, ou seja, o número elevado de O.S.’s Corretivas. Dessa forma, se, por exemplo, um motor apresenta quebra, 5 (cinco) vezes em um período 30 (trinta ) dias deve ser feita uma inspeção, ou seja, executado um  determinado planejamento. 

Sem Programação é utilizada quando não existe nenhuma referência para determinar a geração de uma O.S, mas caso algum problema ocorra, temos uma contingência para tratá-lo. A programação Eventual/Cíclica tem como finalidade proporcionar o controle de manutenções com periodicidades variáveis, o que a difere da Periódica. Estas manutenções podem ser disparadas por algum fator, como a troca de determinada peça de reposição do equipamento.

Todas essas formas de planejamento garantem mais segurança à empresa, fazendo com que as manutenções corretivas aconteçam de forma esperada e sejam também uma ação planejada evitando paradas e custos desnecessários.

Sobre o autor

Engeman

Engeman

Deixar comentário.

Share This