Veja por que o cronograma de manutenção é essencial para o seu sucesso!
ARTIGOS

Veja por que o cronograma de manutenção é essencial para o seu sucesso!

Escrito por

Manter o espaço, os equipamentos e as operações em pleno funcionamento é de extrema importância para garantir o sucesso de empresas e qualquer outro ambiente corporativo. A tarefa, no entanto, não é tão simples, e exige que os gestores apostem no cronograma de manutenção para evitar problemas e garantir que a operação funcione com sua capacidade máxima.

No post de hoje, vamos explicar por que essa estratégia é tão importante para o seu negócio. Acompanhe!

Por que investir em manutenção?

A manutenção deve ser uma tarefa comum do dia a dia de qualquer empresa. Afinal, imprevistos na linha de produção acontecem e não é raro encontrar problemas em equipamentos ou na própria infraestrutura, não é mesmo?

Apesar de comum, esse tipo de problema faz com que o serviço não possa ser oferecido com o mesmo padrão de qualidade e os processos sejam interrompidos, ocasionando perdas financeiras e, em alguns casos, a perda da credibilidade e confiança por parte dos clientes.

Preventiva, preditiva ou corretiva, a manutenção aumenta a integridade e eficiência dos equipamentos e, principalmente, garante mais segurança para quem os utiliza. É imperativo considerar que a falta de manutenção pode ocasionar acidentes, colocando em risco a integridade física dos seus colaboradores.

Além disso, a ausência desse tipo de ação também pode gerar reclamações por parte dos clientes, já que eles, provavelmente, não serão atendidos no prazo ou encontrarão banheiros sujos, por exemplo.

Entre outros problemas, há, ainda, a existência de custos elevados para o reparo dos equipamentos, que pode representar um gasto muito mais alto do que o necessário para se investir em manutenção.

O que é um cronograma de manutenção?

O cronograma de manutenção funciona como uma espécie de planejamento, que ajuda a definir as datas e os detalhes de cada uma das atividades. Ao planejar as tarefas, é possível verificar se algumas das ações podem ser interligadas entre si e qual o melhor horário para serem executadas.

Apesar de variar de acordo com o tipo da operação e processos de cada empresa, todo cronograma segue princípios básicos. Em geral, esse tipo de documento deve ter:

  • descrição de cada atividade;

  • definição do responsável pela execução;

  • previsão do tempo disponível e necessário para realização da tarefa;

  • tipo de manutenção;

  • nível de criticidade;

  • status de realização: planejado, em realização ou pronto;

  • identificação das atividades e definição dos horários, para que não haja interferências.

É essencial também que os cronogramas contem com uma coluna para indicar o tipo de materiais e intervenções necessárias, como: sinalização de equipamento em manutenção, bloqueio da eletricidade, equipamentos de proteção etc.

Além disso, recomenda-se incluir um checklist final para garantir que todas as atividades foram cumpridas.

Além de planejar as atividades, o documento ajuda as equipes de manutenção a entender quais são as suas tarefas e, principalmente, onde e quando executá-las. O cronograma também é uma ótima forma para o gestor acompanhar e controlar todas as atividades, aumentando a eficiência e a produtividade.

Quais são os principais tipos de manutenção?

Ao fazer um planejamento das tarefas, é preciso entender e identificar quais são os tipos de manutenção que a empresa precisa.

Manutenção corretiva

É, provavelmente, o tipo mais comum de manutenção. Muitas empresas, infelizmente, só aplicam reparos após identificar problemas. Quando implementada, a manutenção corretiva tem como objetivo a recuperação da capacidade produtiva do equipamento em questão ou da infraestrutura do local.

Manutenção preventiva

Como o próprio nome sugere, a manutenção preventiva busca evitar que um problema ou falha atrapalhe a operação. Basicamente, esse tipo consiste na realização de ações simples, como troca de peças e óleo, limpeza frequente, acompanhamento das taxas de produção, entre outros.

Isso garante que a operação não seja interrompida por falhas ou que os serviços atrasem para realização da manutenção, já que ela é sempre é programada. Ou seja, a empresa está preparada para receber a intervenção.

Vale lembrar que a não realização de uma manutenção preventiva tende a elevar o número de incidentes e ocorrências, aumentando o custo com manutenção e reduzindo os lucros, já que o número de horas em que o equipamento ficará parado será muito maior.

Manutenção preditiva

Realizada por meio da análise e do monitoramento dos equipamentos e instalações, com o objetivo de prevenir problemas, a manutenção preditiva avalia as condições internas dos materiais, por exemplo: análise das vibrações de uma turbina ou do fluxo de óleo de determinado equipamento.

Manutenção produtiva total

Muito além de uma forma de manutenção, ela atua mais diretamente no que se refere à organização, comportamento das pessoas e formas de resolução de problemas. A ideia é atingir o nível de falha zero, evitando que o equipamento quebre durante a operação.

Nesse sentido, ela trabalha também com foco no treinamento das pessoas que manuseiam os equipamentos e são responsáveis pelo processo e pela qualidade do serviço.

Quais os principais benefícios do cronograma de manutenção?

Um planejamento desse tipo desempenha um papel fundamental no funcionamento dos processos de uma empresa e gera um enorme benefício para todas as áreas envolvidas – equipes de manutenção, produção, administrativo, entre outras.

Afinal, ele permite que algumas tarefas, antes negligenciadas pelos setores responsáveis, sejam sempre realizadas dentro de um prazo de tempo adequado. Dessa forma, é possível evitar problemas, otimizar a vida útil dos equipamentos, melhorar a operação em geral e, claro, reduzir os custos e aumentar os lucros.

Além disso, o cronograma de manutenção ajuda as equipes responsáveis a entenderem e seguirem uma sequência lógica para a realização das atividades. Uma boa opção é torná-lo disponível online para que todos tenham acesso e tirem suas dúvidas.

Em alguns casos, vale a pena afixá-los nas paredes para garantir que os colaboradores possam visualizá-lo e se prepararem melhor.

Em linhas gerais, além de organizar todo o processo e garantir a higienização, conserto de equipamentos e prevenir problemas, o cronograma de manutenção gera maior confiabilidade em relação ao serviço prestado pela área.

O investimento inicial em uma equipe preparada e capacitada, bem como na criação de um cronograma de manutenção é relevante, principalmente, para atingir objetivos estratégicos de longo prazo. Os gastos com consertos de última hora e a perda de recursos devido a máquinas paradas tendem a diminuir.

Quer saber mais sobre programas de manutenção? Então, descubra como os benefícios superam custo e dificuldades na implantação de programas de PCM.

 

Sobre o autor

Deixar comentário.

Share This