Manutenção Preditiva e Preventiva

preditiva-preventiva

Está buscando formas de simplificar os controles de manutenção na sua empresa? Não suporta mais ter que lidar com tantas planilhas de verificação? Essas são algumas das dificuldades enfrentadas pelo setor de manutenção das companhias. Manter em dia a manutenção preventiva e preditiva se torna um desafio nesse cenário, mas existe uma solução possível!

As empresas que fazem apenas manutenção corretiva  nas máquinas sofrem prejuízos que podem ser evitados. Afinal, um equipamento parado representa custos com substituição de peças e, também, interrupção da produção.

Quer entender a importância da manutenção preventiva e preditiva, além de descobrir uma forma eficiente de gerenciá-la? Então, continue lendo este artigo!

O que é manutenção preventiva?

A manutenção preventiva se refere a um conjunto de inspeções que são realizadas regularmente, a fim de prevenir defeitos no funcionamento das máquinas. Dessa forma, a parada repentina de equipamentos pode ser evitada, contribuindo para evitar prejuízos e diminuir os custos com manutenção.

As inspeções e revisões preventivas devem ser feitas de acordo com as recomendações do fabricante das máquinas ou levando em conta o histórico de funcionamento e de manutenção de cada uma delas. Uma manutenção preventiva pode incluir lubrificação, calibração e limpeza, por exemplo.

Por isso, é necessário ter um cronograma com todos os dados das máquinas e de seus componentes, além dos prazos previstos para a execução dos serviços, de modo que nenhum item seja esquecido ou deixe de receber manutenção.

Como se caracteriza a manutenção preditiva?

Esse tipo de manutenção está um passo à frente da preventiva. Isso porque há a possibilidade de descobrir defeitos e detectar qualquer funcionamento anormal antes que uma parada não programada ocorra.

A manutenção preditiva pode ser feita com o auxílio de instrumentos que indicam pressão, temperatura, vibração, tensão, corrente elétrica entre outros fatores. Verificar itens como esses sistematicamente permite analisar tendências no funcionamento dos equipamentos e prever o aparecimento de defeitos.

Como consequência, algumas soluções passam a ser propostas para que o problema não evolua. Depois de analisar as prováveis causas do defeito e o quanto ele é grave, o reparo pode ser programado.

Enquanto a manutenção preventiva é responsável pela checagem periódica dos componentes das máquinas, a preditiva é usada para acompanhar parâmetros capazes de indicar a necessidade de ajustes e até a troca das peças. Isso ocorre mesmo que não esteja no planejamento da próxima manutenção preventiva.

Por que é importante realizar a manutenção preventiva e preditiva?

Independentemente do programa de manutenção adotado pela empresa, o objetivo de um gestor é fazer com que os equipamentos estejam disponíveis o máximo possível. Afinal, os prejuízos de uma parada imprevista podem ser grandes.

Quando uma máquina para repentinamente, várias peças são danificadas. Além disso, com a interrupção da produção, não será possível atender às demandas dos clientes, o que traz enormes prejuízos financeiros e afeta a imagem da organização.

Portanto, um bom programa de manutenção contribui para reduzir custos, atender ao Acordo de Nível de Serviço (SLA – Service Layer Agreement) e melhorar o Retorno sobre Investimento (ROI – Return on Investment) no setor de manutenção.

Como um software pode ajudar a monitorar a esse trabalho?

Controlar corretamente os diversos tipos de manutenção que devem ser feitos em cada equipamento é desafiador. Na tentativa de manter um bom trabalho, há empresas que utilizam diversas planilhas, mas esse método não é eficiente, principalmente porque dificulta a obtenção de dados históricos e indicadores de desempenho.

O ideal é adotar softwares que se encarreguem de armazenar informações a respeito de todas as máquinas. Dessa forma, com a ajuda da tecnologia, é possível ter um acompanhamento exato da situação de cada peça.

Como vimos, é essencial ter um bom programa de manutenção preventiva e preditiva para encontrar defeitos logo no início, impedindo que eles evoluam a ponto de causarem um grande prejuízo. Assim, um software como o Engeman® será de grande ajuda no controle das manutenções, de forma que todas as máquinas e seus componentes recebam a atenção necessária.

Gostou deste artigo e quer entender melhor de que maneira um software pode contribuir para o seu setor? Então, baixe agora mesmo o nosso Guia Definitivo de Software de Gestão de Processo de Manutenção!

$0fmypfy17n4 - Manutenção Preditiva e Preventiva  $jyiiuziavzq - Manutenção Preditiva e Preventiva    $nza322fswpg - Manutenção Preditiva e Preventiva

1 comentário

  • Muito bom as orientações sobre manutenção industrial estou estudando gestão de manutenção esta me ajudando muito nesta area comprimenta amplamente o.meu estudo ok obrigado Pedro.

Deixar comentário.

16 − 7 =

Share This