O que é Kaizen?
ARTIGOS

O que é Kaizen?

Engeman
Escrito por Engeman

Os processos produtivos passam por constantes transformações. Várias empresas investem em tecnologias e estratégias, a fim de aprimorar a qualidade de serviços e produtos. A metodologia Kaizen apresentou vários pontos positivos no oriente e conquistou o mundo dos negócios.

Com uma visão diferenciada sobre as relações existentes em um empreendimento, ela pode ser a resposta para quem busca a redução de custos e a integração entre as equipes de trabalho.

Dessa forma, é fundamental conhecer esse conceito, suas origens e como ele deve ser aplicado. Assim, suas decisões tornam-se mais eficientes, seu ambiente de trabalho favorece as atividades dos funcionários e todos se sentem mais confortáveis e confiantes.

Por isso, no nosso post de hoje, você vai tirar todas as suas dúvidas sobre o termo Kaizen. Tenha muita atenção em sua leitura aproveite!

O que é o Kaizen?

O Kaizen, que em tradução livre do japonês para o português significa mudança para melhor, trata-se de uma série de práticas com foco na melhoria contínua dos processos de manufatura, engenharia, gestão de negócios e de outras áreas.

Ao ser utilizado e aplicado no local de trabalho, o Kaizen se refere às atividades que fomentam o aprimoramento dos funcionários, desde o diretor até os trabalhadores da linha de montagem. Também se aplica aos processos como compra e logística, que expandem as fronteiras organizacionais da cadeia de mercadorias.

Ele só é bem-sucedido quando todos os setores e trabalhadores do empreendimento estão engajados e focados em uma só meta. Em outras palavras, O Kaizen prega a melhoria contínua e o fato de que nenhum dia pode transcorrer sem que algo seja aprimorado.

Esse sistema de trabalho foi baseado na eliminação de desperdícios, no aperfeiçoamento dos processos e na manutenção contínua de máquinas e equipamentos. Ele também tem os seguintes objetivos:

  • estabilidade financeira e emocional;

  • clima organizacional agradável;

  • ambiente de trabalho simples, funcional e organizado.

Qual é a sua origem?

O método foi implementado em empresas japonesas após a Segunda Guerra Mundial pela primeira vez. Após o término dos conflitos, a economia do país estava devastada e com grandes problemas para crescer e prosperar. Por causa das duras leis trabalhistas impostas pelos aliados, pouco progresso aconteceu entre 1945 e 1952.

Com o passar dos anos, os trabalhadores conseguiram melhores condições de trabalho, garantindo bonificações e salários mais adequados. À medida que o tempo passou, os processos industriais e administrativos aderiram à metodologia Kaizen, possibilitando que as empresas japonesas voltassem com grande competitividade no mercado econômico mundial.

Qual é a sua importância?

O Kaizen tornou-se tão presente no mundo corporativo que, dificilmente, pode ser considerado “só o clichê da vez”. Acredite! Ainda há quem pense assim.

Boa parte das empresas e seus altos executivos não sabem ao certo o significado de Kaizen e dão a ele o simplório objetivo de implantar projetos que utilizem métodos Lean, os quais também se referem às práticas do não desperdício.

Mas o Kaizen não é um conjunto de projetos ou eventos especiais; é parte integrante do dia a dia da organização. Ele deve e precisa ser tratado como filosofia organizacional, e não apenas como um simples método ou ferramenta de redução de custos.

É fato que, após semanas de implantação, mudanças estratégicas serão desencadeadas, por consequência; porém, não só em ações, e sim no modo de ver e entender o negócio.

Quais são seus objetivos?

O Kaizen bem implantado busca, continuamente, prevenir ou impedir que o inesperado aconteça, reagindo aos defeitos, falhas, acidentes ou desvios de processos que acontecem na rotina, com o foco em conduzir o sistema sempre de volta ao padrão. Grupos de trabalho vão selecionando os problemas mais frequentes ou mais graves e, mediante “análises de causas-raiz”, previnem que os erros se repitam.

Dessa forma, o Kaizen não tem apenas o propósito de manter padrões, mas também de elevar o nível dos desafios, propondo que cada processo seja sempre realizado em sua plenitude e diariamente melhorado.

Como ele deve ser implementado?

O método 5S é uma das bases do sucesso do Kaizen. Ele tem fundamentos de fácil compreensão e que podem ser aplicados em qualquer empreendimento, fazendo com que ganhe cada vez mais espaço no mercado. Ele é dividido em cinco princípios. Confira abaixo:

SEIRI – Senso de Utilização

Compreende o uso de ferramentas e equipamentos adequados às necessidades da gestão. Ele também preza pelo descarte ou realocação de tudo aquilo que não está sendo utilizado nas atividades. Dessa forma, os processos de limpeza são facilitados, o espaço físico é mais bem aproveitado e há redução de custos com manutenções de peças.

SEITON – Senso de Organização

Um ambiente de trabalho organizado é fundamental para o êxito de qualquer negócio, e não poderia ser diferente para o Kaizen. Esse segundo tópico aborda a organização do ambiente da empresa e faz com que tudo esteja disponível da maneira mais rápida e prática possível.

Perder tempo procurando um documento ou uma ferramenta de trabalho apenas atrapalha a tomada de decisões e a performance da equipe. Portanto, tal Senso garante a melhoria dos processos e faz com que todos sejam mais rápidos.

A criação de um padrão para guardar e organizar esses utensílios faz com que todos tenham mais autonomia em suas funções. Painéis e etiquetas podem ajudar a manter todos os envolvidos sempre em alerta também.

A economia de tempo é uma das principais vantagens dessa etapa do Kaizen, mas a facilidade na localização de utensílios e a redução dos acidentes e dos pontos inseguros também são alcançados.

SEISO – Senso de Limpeza

A limpeza é outra questão essencial para a melhoria dos processos. Trabalhar em um local sujo e cheio de poeira atrapalha o desenvolvimento das atividades e coloca em risco a saúde dos funcionários. Esse Senso define a importância da eliminação dos resíduos, sujeiras e objetos estranhos em sua empresa.

Além do mais, essa ideia não se restringe ao aspecto físico. Ela deve ser implementada nas relações entre os funcionários. A honestidade, a transparência e o respeito em qualquer tipo de diálogo fazem com que todos se sintam mais confortáveis e seguros.

Dessa forma, quando há algo de errado em alguma atividade, qualquer pessoa tem a liberdade para expressar a sua opinião e propor soluções que melhorem os resultados obtidos.

SEIKETSU – Senso de Padronização de Saúde

Os problemas ergonômicos e de saúde precisam ser eliminados em todos os setores da empresa. Então esse conceito está relacionado à padronização de cores, iluminações, formas e placas.

Imagine se cada setor de sua empresa tivesse símbolos e avisos diferentes. Sempre que um funcionário chegasse a um novo local de trabalho, se sentiria perdido e estaria muito mais propenso a se acidentar. Dessa maneira, o Senso de Padronização de Saúde melhora as condições do ambiente de trabalho e faz com que todos tenham mais segurança.

Suas principais vantagens são:

  • facilidade de localização e identificação dos objetos e equipamentos;

  • melhoria de áreas comuns (banheiros, corredores e refeitórios);

  • equilíbrio físico e mental;

  • melhoria nas condições de segurança.

SHITSUKE – Senso de Disciplina e Autodisciplina

Por ser a última etapa, ela é indispensável para o sucesso da metodologia Kaizen. Ela é definida pelo cumprimento de tudo aquilo que foi planejado e orientado anteriormente. Por isso, todos os colaboradores do negócio devem estar engajados para realizar suas funções com muita eficiência. Quando isso acontece, os resultados são otimizados mesmo que não haja uma vigilância por parte de supervisores e chefes.

A aplicação do Kaizen faz com que todos se sintam responsáveis pelo sucesso da gestão. Nessas horas, cada um de seus funcionários devem compreender seu papel dentro da organização e saber como pode melhorar os resultados obtidos.

Em todas as situações, é necessário realizar um planejamento que crie essas oportunidades e que dê liberdade para os trabalhadores. O uso de um software de gestão e controle facilita a compreensão dos dados e a análise das informações. Como consequência disso, todas as peças e pessoas estarão sempre em equilíbrio, de acordo com a doutrina Kaizen.

Como você pode perceber, um negócio sustentável e que tem números positivos é aquele que se preocupa com a qualidade de vida dos funcionários e que aprimora constantemente sua infraestrutura de trabalho.

Já que o mercado consumidor é bastante competitivo, a metodologia Kaizen faz com que você aumente a qualidade dos serviços e produtos e agrega valor à sua marca.

E então, ficou interessado em aplicar essa ideia na sua empresa? Entre em contato conosco e solicite um orçamento!

E-book Manual de SLA

Sobre o autor

Engeman

Engeman

Deixar comentário.

Share This