Controle de pneu de frota: como reduzir custos?

272820 controle de pneu de frota como reduzir custos 810x540 - Controle de pneu de frota: como reduzir custos?

Sua empresa precisa ter um bom controle de pneu de frota. Afinal, eficiência, economia e performance estão diretamente ligadas a ele. Mas qual é a melhor maneira para garantir o controle e manutenção dos pneus?

É normal ter dúvidas ou enfrentar desafios para provar o seu valor na instituição. É necessário, além disso, tomar certos cuidados que garantem a segurança do motorista, do veículo e da carga. Depois disso, é, em outras palavras, essencial utilizar uma boa ferramenta de gestão.

Após a leitura desse texto, no entanto, você entenderá mais sobre a importância de gerenciar corretamente os elementos de sua frota e apresentar relatórios mais valiosos.

Como fazer o controle de manutenção de pneus da frota?

O primeiro passo a ser tomado é identificar qual é o pneu ideal para cada veículo e situação de transporte. Por mais que isso pareça simples, facilita para respeitar as diferenças entre os diversos modelos de caminhões do seu negócio.

Adotar o pneu mais barato, por exemplo, é uma escolha inadequada. Dessa forma, analise as seguintes propriedades:

  • capacidade de carga;

  • velocidade limite determinada pelo fabricante;

  • características mecânicas do veículo.

As propriedades dos pneus

Com esses dados em mãos, você deve fazer uma pesquisa de mercado, comparando-os com as opções disponíveis. As propriedades dos pneus, no entanto, devem ser equivalentes às originais de fábrica ou, por exemplo, recomendadas por um especialista de confiança, como:

  • características do trajeto (tipo de uso autoestrada, rodoviário, urbano, misto e fora de estrada);

  • velocidade média e máxima atingidas pelo veículo;

  • carga transportada por eixo;

  • posição de montagem (eixos direcional, trativo ou portador).

Esse cuidado é importante para que você ofereça conforto e segurança ao motorista. Além do mais, no entanto, é possível melhorar o rendimento por quilômetro e diminuir o consumo de combustível — fatores que estão diretamente ligados à otimização de recursos financeiros.

E não pense que a compra é a última etapa de um bom controle de gestão da frota. Após essa fase, em conclusão, chega a hora de identificar cada pneu. De mesma forma, algumas gestões fazem a marca a fogo, contudo, existem outras tecnologias de sensoriamento que são mais eficientes e oferecem informações adicionais, como a temperatura de rodagem e a pressão interna do material.

Ter motoristas bem treinados é outro fator relevante também. Todo modelo de pneu tem  um limite de velocidade de acordo com a sua fabricação. Rodar acima desse valor significa aumentar o seu desgaste.

Os fabricantes disponibilizam essas informações em seus manuais de instruções, já que isso varia em cada situação. A tabela abaixo mostra alguns de seus principais exemplos:

Índice

Velocidade em KM/h

D

65

E

70

F

80

G

90

J

100

K

110

I

120

M

130

N

140

Como reduzir custos nesse processo?

Antes de mais nada, tenha em mente que o desgaste do pneu é algo natural. O atrito do material com o solo, no entanto, sempre consumirá a sua composição. Apesar disso, existem práticas, por exemplo, que reduzem esse problema.

Tudo começa com um armazenamento adequado. No entanto, o pneu precisa ser estocado corretamente. Isso quer dizer, por exemplo, que você não deve deixar o material ressecar, ou seja, em outras palavrasao ar livre. Um armazém bem arejado e livre da luz solar representa um bom local para o procedimento.

Essa cautela não deve se restringir ao seu controle de pneu de frota. Na verdade,além disso, o seu revendedor deve ter um espaço adequado, que considera os pontos levantados anteriormente.

A calibração é outro ponto de destaque. O limite indicado pelo fabricante deve ser levado a sério. O nível de uso do veículo é que indica a necessidade de calibrar os pneus. Quanto mais ele for utilizado, por exemplo,maior pode ser a frequência de calibragem. Contudo, da mesma forma, é recomendado realizá-la a cada duas ou três semanas.

Adoção de Posturas 

Lembre-se de, alem disso, alinhar e balancear os eixos dos veículos e, além disso,  por exemplo, fazer o rodízio dos pneus também.

Ao adotar essas posturas, você evita depois disso, os seguintes problemas:

  • desgaste irregular do pneu;

  • deformações de carcaça;

  • estouros;

  • desperdício com compra de novos materiais;

  • impossibilidade de recape.

Como a tecnologia pode ajudar a otimizar a gestão de frota para reduzir esses custos?

O uso de ferramentas tecnológicas já não é mais um diferencial para se destacar dos concorrentes. Essa é uma necessidade para atender às demandas do mercado e alem disso, ter controle de pneu de frota eficiente.

Um software especializado em gestão de manutenção reúne todas as informações de um veículo para que o usuário compre um pneu ideal. Em outras palavras, ao utilizar a ferramenta correta, você analisa todas as características da frota e além disso, critérios de qualidade estipulados pelo fabricante.

E, depois disso, tem mais. Já existem sistemas de telemetria que podem ser integrados a um software de gestão de frota. Essa funcionalidade, acima de tudo, é essencial para que você crie um ciclo estratégico para mitigar riscos de perda de pneu e até mesmo evitar diversos problemas, por exemplo, como aqueles que não são identificados visualmente.

Por que a adoção de uma ferramenta é necessária?

Todas as decisões de um supervisor de manutenção devem ser baseadas em dados concretos, desconsiderando achismos. Profissionais experientes podem, além disso,  tentar realizar esse procedimento manualmente, porém, muitos enfrentam dificuldades para fazer uma análise global do controle de pneu de frota.

A possibilidade de reduzir custos é apenas das vantagens. No entanto, com uma frota mais segura e durável, além disso,  você consegue aumentar a segurança do motorista e diminuir incidentes. Todo controle de pneu de frota deve ser pautado em um planejamento de manutenção, que considera todos os profissionais, depois disso, as ferramentas e os sistemas envolvidos.

Ao ler este conteúdo, você descobriu como melhorar os resultados financeiros em sua frota. Portanto, em conclusão, tomar decisões sem planejar e analisar a situação de sua gestão é algo equivocado, que provoca sérias consequências.

Desse modo, em outras palavras, você deve estar preparado para encontrar bons parceiros, acima de tudo, que forneçam mercadorias de qualidade. Outro ponto importante, depois disso, é o uso de uma ferramenta de manutenção.

Um software que está pronto para atender às suas necessidades. alem disso, oferece todos os dados que você precisa para ser mais eficiente em suas atitudes, centralizando informações. Em conclusão, uma boa ferramenta oferece todo o seu potencial em versão mobile, que, da mesma forma, pode ser utilizada a qualquer hora e lugar.

Gostou de saber mais sobre controle de pneu de frota? Então, continue com a gente e entenda quais fatores influenciam na vida útil de um pneu!

Deixar comentário.

6 + nove =

Share This