Gestão da Manutenção Industrial: o que é, sua importância e como planejar uma estratégia eficaz

Uma boa gestão da manutenção é crucial para o sucesso qualquer empresa. Saiba mais aqui!

gestao-da-manutencao-industrial

Não é nenhuma surpresa que para se obter sucesso, uma boa gestão e planejamento são fundamentais. Entender o negócio, as ferramentas e o funcionamento de cada setor dentro da empresa é a base para qualquer gestão eficiente.

Na manutenção industrial isso não seria diferente. Mais ainda porque sabemos que este setor pode ser crucial para o sucesso dos negócios uma vez que, equipamentos parados e uma má gestão de ativos pode colocar em xeque a confiabilidade da gestão.

Portanto, uma boa gestão da manutenção é crucial dentro da indústria, pois ela toma decisões que vão agir diretamente nos lucros da empresa. Mas como assim? A manutenção, se não for bem gerida, pode trazer grandes prejuízos e perda de contratos significativos para o negócio. 

Então, vamos falar um pouco sobre a gestão da manutenção industrial? Se você já entende bem a importância, aprenda um pouco mais neste artigo e aproveite e chame a sua equipe para aprender também! 

Neste artigo vamos entender sobre:

Compartilhe!

O que é gestão da manutenção?

Gestão da manutenção é o processo de planejar, organizar, executar e controlar as atividades de manutenção em uma empresa. 

O objetivo da gestão da manutenção é garantir que os equipamentos e instalações estejam em boas condições de funcionamento, reduzir o tempo das paradas de produção e aumentar a vida útil dos ativos. 

Esta gestão da manutenção industrial envolve a implementação de políticas, procedimentos e práticas para garantir que a manutenção seja realizada de forma eficiente e eficaz, garantindo a confiabilidade do setor.

Qual a importância da gestão da manutenção para as empresas

Como vimos, o processo de gestão é fundamental para o correto funcionamento deste setor. A gestão da manutenção entende o funcionamento de todas as máquinas e equipamentos, assim como a sua importância no processo produtivo. Ela dimensiona a criticidade dos equipamentos e, de acordo com isso, consegue prever as intervenções no momento correto.

Esta gestão entende os tipos de manutenção mais adequados e mais lucrativos para a empresa, e age no momento certo. Isso faz com que a empresa tenha uma redução de custos com manutenções desnecessárias e com manutenções corretivas de emergência. 

Se o objetivo é manter a produção a todo vapor, a gestão da manutenção é a que consegue assegurar isso. Todo planejamento da manutenção deve ser feito para evitar qualquer tempo de inatividade para não prejudicar as entregas e compromissos da empresa.

 

Como identificar as necessidades de manutenção da empresa?

Antes de implementar a gestão da manutenção na sua empresa, é importante identificar as necessidades de manutenção dos seus equipamentos e instalações. 

Faça uma análise detalhada de cada ativo e verifique quais são as suas principais falhas e problemas. Além disso, avalie o histórico de manutenção e reparos realizados e identifique quais foram as principais causas de falhas. 

Com essas informações em mãos, você poderá definir um plano de manutenção preventiva e corretiva mais eficiente e adequado às necessidades da sua empresa.

Como fazer a gestão de manutenção?

Entendemos que cada empresa tem seus processos e prioridades. Portanto, cada uma traça a sua gestão de acordo com as ferramentas que possui. Mas a seguir, falamos um pouco sobre algumas ações que consideramos importantes neste processo de gestão da manutenção. Veja:

como fazer a gestao de manutencao 300x169 - Gestão da Manutenção Industrial: o que é, sua importância e como planejar uma estratégia eficaz

  • Crie um plano de manutenção preventiva

Um dos principais objetivos da gestão da manutenção é maximizar a vida útil dos equipamentos e minimizar as paradas não programadas. Para isso, é fundamental criar um plano de manutenção preventiva, que consiste em realizar inspeções e manutenções periódicas nos equipamentos, antes que ocorram falhas. 

Esse plano deve ser baseado nas necessidades específicas da sua empresa e dos seus equipamentos, levando em consideração fatores como a frequência de uso, a idade dos equipamentos e as condições de operação. 

Com um plano de manutenção preventiva bem estruturado, você poderá reduzir os custos com reparos e aumentar a produtividade da sua empresa.

  • Utilize ferramentas de gestão da manutenção

Para implementar efetivamente a gestão da manutenção na sua empresa, é importante utilizar ferramentas específicas para esse fim. Existem diversos softwares de gestão da manutenção disponíveis no mercado, que permitem criar e gerenciar ordens de serviço, programar manutenções preventivas, controlar o estoque de peças e materiais, entre outras funcionalidades. 

Utilize ferramentas completas que permitem uma gestão à vista, que possuem a capacidade trabalhar com aparelhos móveis, que permitam uso offline para coletas de informações de qualquer lugar. Opte por aquelas soluções que sejam flexíveis e se adotem às suas necessidades com variedades de relatórios gerenciais para a sua tomada de decisões.

Além disso, é importante contar com uma equipe capacitada e treinada para realizar as atividades de manutenção de forma eficiente e segura. Com as ferramentas certas e uma equipe qualificada, você poderá maximizar a vida útil dos seus equipamentos e aumentar a eficiência da sua empresa. 

  • Monitore e avalie os resultados da sua estratégia de gestão da manutenção.

Para garantir que a sua estratégia de gestão da manutenção está funcionando de forma eficaz, é importante monitorar e avaliar regularmente os resultados. Isso pode ser feito por meio de indicadores de desempenho, como o tempo médio entre falhas (MTBF), o tempo médio de reparo (MTTR), o custo total de manutenção, entre outros. 

Com esses dados em mãos, você poderá identificar áreas que precisam de melhorias e ajustar a sua estratégia de acordo com estas informações coletadas. Lembre-se de que a gestão da manutenção é um processo contínuo e que requer monitoramento constante para garantir resultados positivos a longo prazo.

Você vai gostar de ler também: Gestão da Manutenção – Desafios na Implantação 

Benefícios de uma gestão da manutenção eficiente

A gestão de manutenção eficiente traz benefícios importantes para a empresa. Dentre eles, podemos citar:

  • reduz de custos com manutenções desnecessárias;
  • evita e diminui as paradas da produção e quebras de máquinas;
  • aumento da vida útil dos equipamentos;
  • Aumento da produtividade;
  • otimiza o lead time dos produtos;
  • melhora os indicadores de qualidade;
  • melhora a qualidade dos produtos;
  • aumenta a disponibilidade dos ativos;
  • aumenta a confiabilidade dos processos;
  • observa e cumpre corretamente as legislações vigentes de segurança no trabalho, diminuindo a ocorrência de acidentes;
  • aumenta a competitividade da empresa.

São muitos os benefícios que a empresa pode obter com uma gestão inteligente. Cabe ao gestor se preparar para que ele esteja sempre atualizado e que leve sempre o que há de mais novo para a sua gestão.

Cursos de gestão da manutenção industrial

Especializar-se para qualquer trabalho é um fator que separa os grandes gestores daqueles que pararam no tempo. Com o passar dos anos, e com as novas tecnologias, é preciso estar atento às novidades para não ficar atrás no mercado. 

Sendo assim, você que já é gestor ou que deseja ser um gestor de sucesso, esteja sempre atento aos cursos de gestão da manutenção industrial. Procure por instituições certificadas e com experiência neste setor. 

A ABRAMAN – Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos, possui um extenso calendário de cursos, presenciais e online, que são muito relevantes para o aperfeiçoamento do gestor de manutenção. Confira!

Conclusão

Uma gestão eficiente é aquela que conhece todo o funcionamento do seu setor e é capaz de agir de forma rápida e estratégica diante de problemas. Ela procura não somente resolver os problemas, mas visa o crescimento de toda a sua equipe como profissional.

Na gestão da manutenção eficiente as decisões são tomadas com a participação da equipe, analisando indicadores, traçando metas, tudo para que o setor não sofra com paradas inesperadas e entregue seus melhores resultados.

Para isso, as ferramentas existentes hoje no mercado abrem um leque de possibilidades, mas o gestor inteligente é aquele que entende que somente uma solução especialista pode entender as reais necessidades do seu setor e prover as ferramentas necessárias para uma tomada de decisões assertiva.

Para conhecer esta ferramenta, fale com nossos especialistas. Nossa demonstração é completa e totalmente voltada à realidade da sua gestão. Ficou curioso para conhecer mais o Engeman®? Então, fale conosco!

Agora continue seu aprendizado no artigo: Ferramenta para gestão da manutenção: como ocorre a aplicação no software Engeman®?

    SOLICITE UM ORÇAMENTO DO SOFTWARE ENGEMAN®.

    Siga-nos