Confira seis estratégias para a implantação eficaz da Manutenção Preditiva

Neste artigo você vai conferir seis estratégias para uma implantação eficaz da manutenção preditiva. Confira!

estrategias-para-a-implantacao-eficaz-da-manutencao-preditiva

A manutenção existe para que não haja manutenção. À primeira vista, parece contraditório, mas se aprofundarmos um pouco, essa afirmação faz sentido. O campo da manutenção está evoluindo para uma abordagem onde os profissionais dessa área precisam estar preparados para evitar problemas em vez de simplesmente consertá-los. 

Para atingir as metas, as empresas estão adotando os princípios da Indústria 4.0, usando dispositivos conectados, sensores, nuvem e outras ferramentas da Internet das Coisas (IoT). Isso permite a coleta instantânea de uma grande quantidade de dados de diferentes fontes, além da aplicação da análise de Big Data para prever necessidades de manutenção. 

Porém a aplicação da manutenção preditiva deve ser bem planejada para que a organização consiga obter todos os resultados esperados. Neste artigo você vai conferir seis estratégias para uma implantação eficaz da manutenção preditiva. Confira!

Compartilhe!

Quando a manutenção preditiva se faz necessária?

A manutenção preditiva se faz necessária, geralmente, quando as empresas buscam melhorar a eficiência, reduzir custos e minimizar o tempo de inatividade. Ela é uma estratégia valiosa para antecipar-se a falhas e maximizar o tempo de operação, o que já sabemos, é crítico para o sucesso do negócio.

É importante destacar que a aplicação da manutenção preditiva pode envolver custos significativos, uma vez que é necessário investir em alguns equipamentos tecnológicos para a extração e tratamento dos dados. 

Portanto, os custos podem ser compensados pelos benefícios a longo prazo. Ainda que os custos iniciais sejam elevados,  muitas empresas consideram um investimento estratégico. Sendo assim, em muitos casos, a maximização da eficiência e a redução de custos justificam os gastos iniciais para a sua implantação.  

Vantagens da implantação da manutenção preditiva

A implantação da manutenção preditiva oferece várias vantagens para as empresas em comparação com abordagens mais tradicionais, como a manutenção preventiva ou corretiva. Algumas das vantagens mais importantes são:

  • Redução do Tempo de Inatividade;
  • Aumento da Vida Útil dos equipamentos;
  • Redução dos Custos de Manutenção;
  • Impacto Ambiental Reduzido;
  • Melhoria das Condições de Trabalho, entre outros.

Principais desafios para a implantação da manutenção preditiva

Enquanto a implementação de um sistema de Manutenção Preditiva 4.0 traz vantagens, ela também apresenta desafios. Entre esses desafios, os principais incluem:

  • identificação dos dados necessários para coleta;
  • aquisição dos conjuntos de dados;
  • aplicação de ciência de dados avançada;
  • integração com sistemas de gerenciamento;
  • complexidade tecnológica;
  • manutenção dos sensores;
  • treinamento dos colaboradores, entre outros.

Estratégias para implantação da manutenção preditiva

Para enfrentar os desafios da implantação da manutenção preditiva, citamos a seguir seis estratégias que facilitam o processo de implementação do sistema. São elas:

  1. Planejamento Inicial

Antes de iniciar a implementação, a gestão deve avaliar sua maturidade em manutenção e definir metas para os próximos cinco anos que agreguem valor aos negócios e estejam alinhadas com a estratégia geral. 

A liderança da empresa também precisa estar comprometida com a abordagem. Isso não envolve apenas os profissionais de manutenção, mas também os líderes corporativos. Identificar os equipamentos críticos, avaliar os custos atuais de manutenção e definir metas específicas que a manutenção preditiva deve alcançar também deve ser incluído no planejamento inicial.

  1. Criação de Projetos-Piloto Iniciais

A escolha dos ativos adequados para um piloto é crucial para estabelecer uma prova de conceito e demonstrar o valor comercial. Equipes multifuncionais devem ser formadas, recebendo recursos e liberdade para explorar abordagens alternativas. Ao obter resultados positivos, é possível conquistar a adesão de mais profissionais e garantir financiamento para a implementação em maior escala.

  1. Definição dos Recursos Necessários

Para atingir os objetivos do sistema, as lições aprendidas com os projetos-piloto são fundamentais para mapear com precisão os recursos necessários. Estratégias para aprimorar processos e adotar novas tecnologias devem ser desenvolvidas. Um dos maiores desafios pode ser encontrar os profissionais adequados para implementar a Manutenção Preditiva 4.0.

Neste momento é hora de selecionar as tecnologias de monitoramento e os sensores mais adequados para os equipamentos e processos específicos da organização. Essa análise deve ser feita minuciosamente, considerando fatores como a precisão dos sensores, a capacidade de integração com sistemas de gerenciamento e a escalabilidade.

  1. Ciência de Dados Sólida

O sucesso da Manutenção Preditiva 4.0 depende de habilidades e conhecimentos. Entender conjuntos de dados complexos requer não apenas algoritmos apropriados, mas também métodos para extrair insights após a análise. É crucial criar um ambiente colaborativo onde cientistas de dados e engenheiros possam trabalhar juntos para garantir o sucesso da solução.

  1. Integração na Era 4.0

A implementação completa exige que o monitoramento seja expandido para todos os ativos da organização, garantindo que as decisões sejam baseadas em dados. Além disso, a infraestrutura de suporte deve ser continuamente desenvolvida, abrangendo a gestão de dados históricos e atuais, análise de dados e IoT. 

Garanta uma integração eficiente com sistemas existentes, como sistemas de gerenciamento de ativos ou de manutenção. Isso posicionará a organização na Era 4.0 e acompanhará seu progresso.

  1. Abordagem Ecossistêmica

Conforme a solução preditiva amadurece, é recomendável colaborar com fornecedores, centros de pesquisa e parceiros externos para acompanhar os avanços. Desenvolver interfaces e modelos de compartilhamento de benefícios com parceiros pode gerar ainda mais valor para o sistema e para a organização.

Se necessário, trabalhe com parceiros e fornecedores confiáveis que tenham experiência na implementação de soluções de manutenção preditiva. Isso pode incluir consultorias especializadas, empresas de tecnologia ou fornecedores de equipamentos.

Conclusão

Com a grande competitividade do mercado, as organizações estão buscando maneiras de reduzir o tempo em que seus equipamentos ficam parados, diminuir os custos com mão de obra e aumentar a vida útil de seus ativos. 

Ao adotar uma abordagem mais estratégica e considerar os pontos citados nesse artigo, a gestão da manutenção pode melhorar significativamente as chances de uma implementação bem-sucedida da manutenção preditiva.

Portanto, busque por sistemas de gerenciamento que permitam uma integração completa e que tenha as ferramentas necessárias para tratar os dados coletados e maximizar todos os seus resultados. 

Para uma tomada de decisões mais eficiente na manutenção preditiva, conte com o Engeman®. Entenda em um bate papo com nossos especialistas, tudo que a nossa solução pode oferecer para a sua manutenção preditiva.

    SOLICITE UM ORÇAMENTO DO SOFTWARE ENGEMAN®.

    Siga-nos