Férias no departamento de manutenção! Como manter o setor em constante produção?

Como supervisor de manutenção, você sabe como lidar com as férias no setor de manutenção? Veja como agir de maneira satisfatória para todos.

Para que uma empresa opere de maneira adequada, todos os seus setores devem estar alinhados e em pleno funcionamento. Como supervisor de manutenção, você sabe como lidar com as férias no setor de manutenção?

Não é nenhuma novidade dizer que tal departamento é essencial para o desenvolvimento de qualquer negócio. 

Mas, como administrar as férias nesse setor para que a redução de equipe não afete o trabalho de toda a empresa? Se essa é a sua dúvida, não deixe de conferir o post de hoje!

A importância do setor de manutenção

O setor de manutenção muitas vezes pode passar despercebido em uma empresa. Isso ocorre porque a equipe desempenha seu trabalho tão bem que os demais funcionários sequer perceberam que algo foi consertado — principalmente quando se investe em manutenção preventiva.

No entanto, ainda que alguns não consigam visualizar as ações desse setor, a sua contribuição para o desenvolvimento do negócio é inegável. Afinal, muitos são os benefícios de se poder contar com profissionais capacitados para tais serviços:

  • garante a manutenção do padrão de qualidade da empresa;

  • evita que os funcionários percam prazo por indisponibilidade de equipamentos;

  • diminui a perda de receitas em decorrência de interrupções na produção;

  • reduz os custos com reparos;

  • minimiza os índices de acidente de trabalho.

Levando-se em consideração que os equipamentos, depois das pessoas, são os maiores recursos que uma empresa pode ter, a correta e eficiente operação desse setor é um grande diferencial competitivo.

A necessidade de férias para o trabalhador

Desde a época da Revolução Industrial que o mundo começou a perceber o quanto jornadas estressantes e ininterruptas são prejudiciais para a saúde do trabalhador. De lá para cá, muita coisa mudou e as férias se tornaram uma realidade na vida de todos.

De modo geral, desfrutar de férias é positivo sob diversos pontos de vista: profissional, pessoal, social e, claro, sob a ótica da saúde e bem-estar do indivíduo. Por outro lado, pesquisas comprovam que pessoas que não tiram esse tempo para descanso estão mais propensas a enfrentar problemas mentais e físicos.

Nos dias de hoje, em que as empresas lutam para superar uma forte concorrência, os funcionários são exigidos ao máximo. Esse ritmo de trabalho intenso e estressante demanda uma pausa para se dedicar a outras atividades, à família e ao lazer.

Obviamente, tirar férias não é positivo apenas para os funcionários. A empresa que respeita esse direito e mantém um calendário e controle de férias de seus colaboradores também é beneficiada. Afinal, um funcionário saudável e feliz é mais produtivo e motivado.

Sendo assim, para que sua empresa e seus funcionários não sejam afetados para falta de descanso, adote um controle preciso e justo de distribuição de férias e feriados. Fazendo isso, você conquista um departamento de manutenção eficiente e contribui para a melhoria da qualidade de vida de sua equipe de trabalho.

Aprenda a programar as férias no setor de manutenção

Como você percebeu, uma empresa responsável e preocupada com o bem-estar de seus funcionários precisa assegurar que eles desfrutem de férias. E você, como supervisor de manutenção, precisa trabalhar para que esse momento.

Para ajudá-lo com essa tarefa, preparamos algumas dicas. Acompanhe a seguir!

1. Defina os meses em que a empresa mais precisa de pessoal na ativa

O primeiro passo para que sua escala de férias seja eficiente é encontrar e definir os meses em que a demanda de funcionários no setor é maior. 

Com esse dado em mãos, ficará mais fácil definir quando e quantos funcionários se ausentarão em cada mês e ainda assegurar que o trabalho não seja prejudicado.

2. Lembre-se do prazo legal para conceder férias

A legislação trabalhista em nosso país dispõe que o trabalhador possui o direito de gozar de um período de férias a cada 12 meses. No entanto, isso não significa que suas férias devem ser proporcionadas sempre no mesmo mês.

Em resumo, o empregador tem um prazo de até 23 meses para conceder as férias, sem arcar com multas. 

3. Faça a distribuição de acordo com o tempo de trabalho de cada funcionário

Você tem um membro novo na equipe? Nesse caso, é natural que ele receba o direito de tirar férias depois dos antigos funcionários. Afinal, quanto mais tempo um indivíduo trabalha sem férias, menos produtivo ele é.

4. Converse com a equipe

Antes de tornar o calendário de férias definitivo, é interessante conversar com sua equipe. Muitas vezes, as datas que você definiu podem não estar de acordo com as expectativas e planos do funcionário, podendo ser ajustadas até mesmo por meio de uma troca com outro empregado.

5. Estude a necessidade de contratar um funcionário temporário

Caso você perceba que durante a ausência de um funcionário sua equipe sofrerá um grande impacto, é importante avaliar as vantagens de uma contratação temporária. Para isso, procure uma agência especializada e faça o procedimento conforme as exigências legais.

Em resumo, aplicando nossas dicas você terá sucesso ao estabelecer o seu calendário e assegurará que a empresa não perderá produtividade em razão da baixa na equipe. Com isso, certamente, você conquistará melhores resultados e seu trabalho será ainda mais reconhecido.

Já conhece nossas redes sociais? Aproveite para nos seguir no Facebook, LinkedIn e acompanhar de perto todas as novidades!

$0fmypfy17n4 - Férias no departamento de manutenção! Como manter o setor em constante produção?  $jyiiuziavzq - Férias no departamento de manutenção! Como manter o setor em constante produção?    $nza322fswpg - Férias no departamento de manutenção! Como manter o setor em constante produção?

Share This