Gestão de frotas: o que é e a importância no sucesso da sua estratégia

Neste artigo vamos falar um pouco sobre a gestão de frotas a fim de que sua gestão seja realmente eficiente e alinhada aos objetivos estratégicos da empresa. Acompanhe!

gestao-de-frotas
Compartilhe!

O gestor de frotas tem em suas mãos uma grande responsabilidade: gerenciar a manutenção dos veículos da empresa. Afinal, a frota de uma companhia é um elemento essencial para a sua infraestrutura, e seus veículos são ativos que demandam altos níveis de investimentos, especialmente quando logística e transporte são o core business da organização. Além disso, essa tarefa é um grande desafio, pois existem diversos fatores envolvidos, desde questões legislativas até aspectos técnicos e estratégicos.

Neste artigo vamos falar um pouco sobre a gestão de frotas a fim de que sua gestão seja realmente eficiente e alinhada aos objetivos estratégicos da empresa. Acompanhe!   

O que é a gestão de frotas?

Antes de definir alguns pontos sobre a gestão de frotas, vamos entender primeiro o que significa frota. É um termo muito comum para quem é do setor de transportes, mas para outras pessoas ainda é um pouco amplo. Frota significa o conjunto de veículos pertencentes a determinada empresa. Estes podem ser carros, caminhões, vans, motocicletas, enfim, qualquer veículo relacionado ao transporte. 

Estes veículos precisam ser bem gerenciados para que não aconteça nenhuma quebra imprevista. A boa administração do funcionamento da frota está diretamente ligada ao aumento da sua vida útil. Sendo assim, a gestão adequada de toda a frota traz economia e lucratividade para o negócio.

A gestão de frotas então nada mais é do que  o processo de gerir e organizar os veículos comerciais. O gestor acompanha, rastreia, e controla as frotas para ajudar a melhorar a segurança e a reduzir riscos. 

Qual o objetivo da gestão de frotas?

A frota está diretamente relacionada à prestação de serviços a parceiros e colaboradores. Falhas mecânicas nesse processo podem representar interrupções no atendimento, podendo comprometer a qualidade no relacionamento com essas pessoas. Isso pode fazer a empresa:

  • atrasar o prazo de entrega; 
  • elevar o nível de insatisfação dos clientes; 
  • perder produtos perecíveis; 
  • prejudicar a imagem da empresa e a credibilidade dos seus gestores.

Sendo assim, o objetivo central de uma gestão de frotas é aumentar a eficiência e a produtividade da empresa. Além disso, a gestão bem estruturada também tem os objetivos de:

  • garantir a disponibilidade dos veículos;
  • otimizar os gastos;
  • aumentar a vida útil dos veículos;
  • aumentar a produtividade, entre outros.

A importância da gestão de frotas eficiente

O sucesso de qualquer setor da empresa depende muito das ações de seus gestores. São eles que analisam os dados e propõem estratégias para otimizar o setor. Com a gestão adequada de frotas, é possível prevenir acidentes, aumentar a produtividade da empresa, diminuir os gastos e aumentar a competitividade. 

Sim, a competitividade da empresa está ligada a uma gestão eficiente, pois quanto mais eficiente forem os seus serviços, mais a sua empresa estará em destaque no mercado. Com a otimização da gestão de frotas, é possível reduzir despesas e controlar toda a logística da empresa, que é uma área crítica e estratégica, de forma eficiente. 

É inegável os benefícios da gestão de frota eficiente para qualquer negócio. Não realizar ou fazer de forma não planejada pode colocar em risco o trabalho dos demais setores da sua empresa. 

Você também vai gostar de ler: 10 erros que sua empresa está cometendo na gestão da manutenção de frotas 

A gestão e a manutenção preventiva de frotas

A importância de manter uma manutenção regular dos veículos é indiscutível. Para evitar problemas, é fundamental garantir a disponibilidade da frota por meio de uma gestão de manutenção eficiente. Existem pelo menos 3 tipos de manutenção que podem contribuir para o bom funcionamento dos veículos: 

  • manutenção corretiva: sendo a mais comum, consiste na troca ou no conserto de peças quebradas ou desgastadas, geralmente causando parada inesperada do veículo para a correção dos problemas; 
  • manutenção preditiva: trata-se do monitoramento dos elementos mecânicos da frota para avaliar as suas condições e o seu desempenho, utilizando diversos recursos, como ultrassom, sensores, câmeras termográficas ou a simples inspeção visual; 
  • manutenção preventiva: é um procedimento planejado realizado antes do aparecimento das falhas, evitando consertos emergenciais que poderiam causar indisponibilidade da frota, tornando-se estrategicamente a mais recomendada.

Prevenir é, sem dúvida, a ação menos onerosa para a empresa. As intervenções desse tipo se tornam até mais baratas do que as manutenções preditivas. Ao corrigir ou substituir sistemas e componentes já desgastados antes que problemas surjam, o gestor consegue otimizar a sua gestão e trazer enormes benefícios à empresa.

Na gestão da manutenção preventiva, o gestor fixa um cronograma de inspeção para cada veículo da frota, avaliando componentes importantes para a sua segurança e seu funcionamento. 

Uso de softwares de gestão de manutenção

O controle manual por meio de planilhas está sujeito a falhas, sem falar que esse modelo de gerenciamento se torna praticamente inviável em empresas com uma frota muito grande, comprometendo a segurança e a agilidade no controle das informações. Um sistema eletrônico de gestão de frota, por outro lado, pode automatizar todo o controle de registros de manutenções preventivas dos veículos, montando agendamentos de modo autônomo. Algumas das funções de que esses softwares dispõem são:

  • controle de abastecimento; 
  • controle de reposição de peças; 
  • gerenciamento de documentos, como IPVA, multas, vistorias etc.; 
  • plano de manutenção baseado no tempo de uso, na quilometragem e/ou horímetro;
  • emissão de relatórios gerenciais em planilhas; 
  • mobilidade das informações e do gerenciamento por meio de dispositivos móveis, como tablets e smartphones

Mas a implantação desse software não deve ser aleatória. É preciso escolher a aplicação que atenda às necessidades da empresa, as características do produto e o suporte dado pela fornecedora. 

Conheça o Engeman®, o software especialista em gestão da manutenção que vai levar mais mobilidade e agilidade para os seus negócios. Agende uma demonstração gratuita!

    SOLICITE UM ORÇAMENTO DO SOFTWARE ENGEMAN®.

    Siga-nos