Pilares da TPM: 7º- Segurança, Higiene e Meio Ambiente

Já estamos quase no final da nossa série Pilares da TPM! Falaremos hoje sobre o sétimo pilar que é Segurança, Higiene e Meio Ambiente. Neste artigo entenderemos a importância de prezar pelo menor índice de acidentes e fazer escolhas que sejam ecologicamente corretas na sua metodologia TPM. Acompanhe!

pilares-da-tpm-seguranca-higiene-e-meio-ambiente

Cada Pilar da Manutenção Produtiva Total é usado para que a sua empresa atinja a máxima produtividade e confiabilidade através da falha e quebra zero. Há pilares mais técnicos, que vão tratar de maneira mais específica o funcionamento das máquinas. E há outros que são de apoio, oferecendo o respaldo necessário para que toda a metodologia possa ser aplicada corretamente. 

Acidentes de trabalho podem atrapalhar o desempenho e a confiabilidade do seu negócio. Perdas humanas, financeiras e operacionais precisam ser evitadas, e esse fator deve ser levado em conta em sua Manutenção Produtiva Total. Além disso, a preservação do meio ambiente é outro critério muito importante em sua tomada de decisões. 

Já estamos quase no final da nossa série Pilares da TPM! Falaremos hoje sobre o sétimo pilar que é Segurança, Higiene e Meio Ambiente. Neste artigo entenderemos a importância de prezar pelo menor índice de acidentes e fazer escolhas que sejam ecologicamente corretas na sua metodologia TPM. Acompanhe

Compartilhe!

O que é o Pilar Segurança, Saúde e Meio Ambiente?

O Pilar de Segurança, Higiene e Meio Ambiente tem seu foco na mitigação de quaisquer riscos na segurança e na saúde dos colaboradores da empresa. Ele evita acidentes de trabalho e também a poluição do meio ambiente através de ações que são tomadas desde os primeiros pilares. Uma gestão eficiente, além de contribuir para o bom funcionamento da empresa, também colabora para o bem-estar de seus trabalhadores. 

Analisar os problemas durante o andamento dos pilares técnicos possibilita observar fatores de segurança para que os problemas de saúde ocupacional e de meio ambiente sejam eliminados. Esses problemas podem ocasionar em perdas significativas para a empresa, inclusive na imagem social.  Assim, com a adoção da metodologia TPM, além de conseguir a falha zero e o desenvolvimento de toda a equipe de trabalho, é possível ainda manter um ambiente sem nenhum risco à saúde de nenhum colaborador.

Relação com outros pilares TPM

É um consenso que equipamentos com algum defeito podem ser uma fonte de perigo. Seu mau funcionamento pode ocasionar, além da parada da produção, acidentes de trabalho e impactos ambientais. Assim, podemos dizer que a implantação da metodologia TPM ajuda a melhorar a segurança no ambiente de trabalho. 

Na verdade, quando observamos a aplicação de outros pilares, como o da Manutenção Autônoma, Melhorias Específicas e Manutenção Planejada, podemos perceber que eles já tratam estes aspectos de Segurança, Higiene e Meio Ambiente. Todos estes pilares contribuem para a eliminação de possíveis agentes causadores de acidentes. 

Na Manutenção Autônoma, os operadores desenvolvem habilidades que fazem com que eles tenham mais autonomia nas máquinas através do conhecimento do cuidado individual delas. Nas etapas da limpeza inicial e inspeção, por exemplo, o operador consegue identificar e corrigir algum problema que pode colocar alguém em risco, ou eliminar fontes de sujeira e vazamentos que podem causar algum impacto ambiental. 

Mas, e as normas ISO?

A norma ISO 45000 é a que traz regulamentações acerca de Saúde e Segurança do Trabalho e a ISO 14000 é a que cuida de temas relacionados ao Meio Ambiente. Hoje em dia as empresas já estão adaptadas e cumprem rigorosamente tais regulamentações. Mas, e onde entra então este pilar TPM?

As normas ISO são mais abrangentes e mais complexas que o sétimo pilar da TPM uma vez que este pilar é mais prático e operacional. Na verdade este pilar vem para fortalecer o que as empresas já fazem, mas a partir da implantação do TPM. Podemos dizer que ele consegue preencher lacunas e evitar possíveis problemas entre o que a empresa já faz e o que pode ser novo com a implantação da metodologia TPM. 

O sétimo pilar da TPM não vem para entrar em confronto com as normas ISO, senão para complementar em nível mais operacional de acordo com as novas ações realizadas na empresa. Ele vai de encontro com os pilares técnicos para que todas as ações realizadas levem sempre em consideração a segurança, higiene e meio ambiente. 

Como aplicar o 7º Pilar da TPM na minha empresa?

Para sua correta aplicação na empresa, é necessário observar todos os quesitos de segurança, fazer checklist de possíveis problemas e fazer um acompanhamento rigoroso para que as atividades da TPM não causem nenhum impacto negativo nos quesitos de segurança, higiene e meio ambiente dentro da empresa.

Também podem ser realizadas ações como:

  • desenvolvimento de atividades de manutenção que potencializem a segurança;
  • inspeções frequentes voltadas à segurança dos equipamentos;
  • adequações do ambiente de trabalho para minimizar riscos de acidentes de trabalho;
  • desenvolvimento de estratégias para a coleta seletiva de resíduos resultantes das operações de manutenção, entre outras.

Os gestores da manutenção podem ainda utilizar o pilar de Educação e Treinamento para a capacitação contínua de todos os operadores em ações que vão minimizar quaisquer problemas que causem algum risco à segurança deles durante a execução dos seus trabalhos. 

Conclusão

Além de buscar zero falhas e defeitos com o objetivo de aumentar a confiabilidade dos produtos e equipamentos, a TPM também preza por buscar zero acidentes. Com o sétimo pilar, as empresas se empenham no sentido de acabar com os focos que podem colocar em risco a saúde e segurança de seus colaboradores e assim o local de trabalho ficará mais produtivo e eficiente. Um ambiente de trabalho seguro, cumprindo com todas as normas, ainda pode ajudar na motivação dos colaboradores dentro da empresa.

Como vimos no decorrer deste artigo, a metodologia TPM trabalha em todos os seus pilares com ações que, além de evitar a falha e quebra dentro da empresa, vão garantir um ambiente de trabalho propício e seguro. O cuidado com o meio ambiente é feito evitando que resíduos de máquinas causem impactos ambientais e à saúde. Todas as ações que são realizadas andam em uma mesma direção, tornar as empresas mais produtivas e competitivas, sempre observando e cuidando do ambiente de trabalho e dos seus colaboradores.

E aí, o que você achou deste artigo? Compartilhe com seus gestores e leve para sua empresa todos os benefícios que a metodologia TPM pode oferecer para os seus negócios. Já estamos chegando ao último artigo da nossa série Pilares da TPM! No próximo artigo abordaremos o pilar de Áreas Administrativas. Até lá!

Para se manter bem-informado, acesse nossas redes sociais e saiba tudo sobre o mundo da gestão da manutenção. Estamos no Facebook, Instagram e Telegram!

    SOLICITE UM ORÇAMENTO DO SOFTWARE ENGEMAN®.

    Siga-nos