Plano de Manutenção: o que é e por que você precisa dele?

Um plano de manutenção é um documento indispensável para o sucesso de qualquer organização. Neste artigo mostraresmos a importância dele e como elabolar um plano eficaz para os seus negócios. Acompanhe!

plano-de-manutencao-o-que-e-engeman
Compartilhe!

Através do planejamento adequado, as empresas têm a possibilidade de traçar metas desafiadoras pois terão bem definidos a situação dos seus ativos.  

Um plano de manutenção é um documento indispensável para o sucesso de qualquer organização. Proporciona uma descrição detalhada dos processos e procedimentos necessários para garantir a saúde do ativo da empresa. 

Sabendo da importância do planejamento e da manutenção dentro das empresas, o intuito desse artigo é mostrar como o uso de uma ferramenta altamente eficaz ajudará a sua empresa a cuidar e prolongar a vida útil de seus equipamentos.

Então chame a sua equipe e aprendam um pouco mais sobre o Plano de Manutenção e porque a sua empresa precisa dele. Acompanhe!

Qual a importância de um plano de manutenção?

A vida está em constante manutenção e se você se planeja (ou seja, se prepara), certamente será bem-sucedido em seus dias! Isso não é diferente para uma organização. Para uma empresa se manter de pé e em destaque, é preciso muito planejamento! 

São planejamentos de curto, médio e longo prazo. Com decisões que impactarão diretamente na saúde de seu negócio. Portanto, não se trata de uma utopia. É preciso botar a mão na massa para que os dias sejam sempre melhores. 

Os melhores dias para uma empresa é quando a receita está em alta, os custos estão controlados, a equipe está preparada e fazendo seu melhor, a produção está realizando as entregas no prazo e etc.

E para que essa gestão ocorra como o planejado, são várias ações que uma organização precisa tomar.

Para que a receita esteja em alta, por exemplo, a empresa precisa atentar-se em muitos pontos, mas um dos mais importantes que merece destaque se refere ao controle de custos. Haverá custos com: 

  • despesas administrativas;
  • impostos;
  • funcionários;
  • insumos;
  • conservação de bens que está diretamente ligado à sua manutenção.

Para muitos desses custos, não há muito o que ser feito, como por exemplo os impostos, você precisa arcar com as despesas e pronto.  Mas há outras situações que permitem ações específicas que reduzirão drasticamente se executadas da forma correta. 

É o caso, por exemplo, da conservação de seus ativos (máquinas, equipamentos, veículos etc.). Se houver um planejamento adequado para cada um dos seus ativos, certamente terá impacto positivo nos custos com sua manutenção.

Viu o quão importante é um planejamento? Pensando nisso, a solução Engeman® possui ferramentas que serão úteis para:

  • elaborar um plano de manutenção;
  • planejar como e quando serão essas manutenções;
  • organizar para quando surgirem as manutenções corretivas.

Desta forma, ficará claro, qual a importância de um plano de manutenção. Mas antes de sabermos na prática a sua importância, precisamos entender seu conceito.

O que é um plano de manutenção?

O plano de manutenção é um documento que detalha a periodicidade, frequência e ações que precisarão ser executadas em uma máquina, por exemplo.

O principal objetivo de se elaborar um plano de manutenção é que se tenha recurso para sua execução no tempo preestabelecido de ocorrer.  

Este plano pode exigir o uso de um software de gestão da manutenção, que permite o rastreamento das tarefas relacionadas à manutenção e auxilia no controle dos custos. Também existem softwares que permitem o monitoramento em tempo real dos equipamentos e ativos, alertando os responsáveis quando sinais anormais são detectados.

Como elaborar um plano de manutenção?

Para se elaborar um plano de manutenção é preciso definir :

  • o equipamento que sofrerá a manutenção;
  • os responsáveis pela execução (setores executantes, funcionários, cargos etc.)
  • os recursos necessários para essa execução (materiais, peças etc.);
  • quando ocorrerá essa manutenção e quanto o tempo para sua finalização;
  • o passo a passo dos processos.

Além desses pontos, é preciso definir a que tipo de manutenção se refere. 

Principais planos de manutenção

A equipe de PCM já está familiarizada com os tipos de manutenção existentes, porém muitas vezes colocar em prática é uma tarefa muito difícil, principalmente se contar com equipe reduzida no controle de manutenção ou ainda não possuir uma ferramenta automatizada para o controle dos planos.

Principais planos de manutenção:

  • Planos de manutenção preventiva: São planos que trarão procedimentos detalhados de acordo com a prescrição do fabricante para a conservação do equipamento. Normalmente será um plano que ocorrerá periodicamente, considerando a criticidade do equipamento ou ainda o tempo de uso. Pode haver planos que precisarão ser executados diariamente, semanalmente, etc., ou ainda um plano que precisará ser executado se atingir as horas de execução, por exemplo.
  • Planos de manutenção preditivo: São planos que tem por objetivo predizer e encontrar a raiz de problemas em máquinas e equipamentos, antes que o problema se agrave e ocorra uma manutenção corretiva não planejada que é a manutenção mais custosa para uma organização e deve ser evitada o máximo possível.

Mas até para uma manutenção corretiva pode haver um plano de manutenção. Quando há procedimentos definidos, é possível, por exemplo, uma manutenção corretiva programada, que apesar de ainda ser uma manutenção corretiva, pode ser menos danosa que a corretiva não programada

O que é um plano de manutenção corretiva?

Um plano de manutenção corretiva tem o intuito de eliminar uma falha potencial antes que ela evolua para a falha funcional.

Ao se programar um plano de manutenção corretiva, pode-se usar as técnicas de manutenção detectiva para que seja possível identificar uma possível falha, por exemplo, e ao constatar que esta falha não traz risco à segurança ou ainda problemas de qualidade, poderá planejar uma manutenção corretiva que eliminará a falha em um dado momento em que for mais conveniente para empresa. 

Ou seja, o momento que houver o recurso financeiro de acordo com a entrada de receita da empresa, o momento que houver o recurso humano responsável pela execução, ou ainda, o momento que o fornecedor fará a entrega da peça necessária para a referida manutenção.

Ao se programar uma manutenção corretiva, evitará paradas indesejadas que causam interferência na produção e consequentemente evitará custos desnecessários.

Como controlar os custos de manutenção

Uma das melhores maneiras de controlar esses custos com a manutenção é nivelar seus recursos. Isso significa adequar a disponibilidade destes a uma programação de serviços inicialmente calculada, de acordo com parâmetros previamente estabelecidos nos planos de manutenção. Para isso, conte com a nossa solução para te ajudar.

Os recursos referem-se a:

  • contingente de mão-de-obra para execução dos serviços;
  • disponibilidade de utilização de insumos e peças de reposição necessárias;
  • manter o custo dos serviços programados dentro do orçamento predeterminado.

Analisando do ponto de vista relacionado exclusivamente à qualidade de serviços, os recursos deveriam ser apropriados para uma programação de serviços calculada. Porém, na prática, normalmente analisa-se pelo ponto de vista econômico. Desta forma, a programação estabelecida é modificada para se encaixar nos recursos disponíveis.

Esta necessidade de nivelar recursos para satisfazer a programação de serviços, exige do sistema ferramentas especiais que permitam visualizar as programações de forma simplificada, alterar a data de execução das ordens de serviços previamente calculadas, cancelar serviços e solicitar medidas complementares de adequação da programação.

Software para controle do plano de manutenção

O uso de ferramentas especialistas permite o acompanhamento do progresso das manutenções em tempo real, assim como o mapeamento dos materiais e equipamentos utilizados. Desta forma, é possível ter um controle mais detalhado de quantos recursos estão sendo usados ​​no plano de manutenção. 

Por meio deste monitoramento, você conseguirá identificar gargalos no processo fornecendo uma análise mais profunda da regulagem dos seus equipamentos industriais e de sua produção. O Engeman® é um software especialista em gestão da manutenção que proporciona diversas ferramentas essenciais para o correto gerenciamento do seu setor.

Ficou interessado?  Para saber mais sobre essa e outras funcionalidades, solicite uma demonstração com nosso time.

Será um prazer apresentar nossa solução para você!

    SOLICITE UM ORÇAMENTO DO SOFTWARE ENGEMAN®.

    Siga-nos