MTTR: saiba tudo sobre o Tempo Médio para Reparos

Quer melhorar a disponibilidade dos seus equipamentos? Entender o MTTR é essencial pois ele calcula o tempo de reparo dos seus equipamentos. Entenda mais sobre este indicador neste artigo!

mttr-saiba-tudo-sobre-o-tempo-medio-para-reparos

Sabemos que em qualquer ramo de negócio, o correto controle dos indicadores é indispensável para conseguir resultados eficientes. Esta análise dos dados permite melhorar os resultados e ainda mensurar a eficiência das intervenções.

Quando um equipamento falha, o tempo gasto para restabelecer seu uso é uma métrica que faz parte da estratégia da gestão. Afinal, uma intervenção corretiva demorada fará com que o setor se veja prejudicado.

Sendo assim, saber medir corretamente o tempo gasto com os reparos é essencial para programar as inspeções e traçar um planejamento eficaz. Para isso, o indicador usado é o MTTR. Você já conhece esse indicador? Sabe como calculá-lo? Então, continue lendo e saiba mais a respeito.

Compartilhe!

O que é MTTR?

MTTR (Mean Time to Repair) é uma medida do Tempo Médio para Reparos. Através dele é possível precisar o tempo necessário para reparar uma máquina, sistema ou aplicativo após uma falha.  

É um dos indicadores de desempenho mais importantes na manutenção. Do seu correto controle depende a disponibilidade dos equipamentos e o tempo de produção na empresa. Sendo assim, quanto mais rápido forem as intervenções, mais disponíveis estarão os equipamentos para funcionamento. 

Com o seu correto controle, é possível diminuir as manutenções corretivas de emergências, pois sabendo exatamente os tempos de reparos de cada equipamento, é possível planejar o momento de realizá-las. Assim, a produção não se vê prejudicada. 

Para saber como rastrear e gerenciar o MTTR, é importante saber como calculá-lo. A seguir, entenda como realizar este cálculo tão importante!

Como calcular o MTTR?

O MTTR é uma métrica crítica para as empresas porque afeta diretamente sua capacidade de operar e atender os clientes. Utilize a fórmula de MTTR abaixo: 

mttf calculo - MTTR: saiba tudo sobre o Tempo Médio para Reparos

Nessa fórmula temos:

  • TM  = Tempo Total de Manutenção
  • P = Número de Paradas

O Tempo de Manutenção (TM) é o tempo que a máquina ficou inativa para passar por intervenções. O Número de Paradas (P) é a quantidade de vezes que a máquina precisou parar para reparos por alguma falha.

Um MTTR alto significa mais tempo de inatividade, o que pode levar à perda de receita, diminuição da produtividade e clientes insatisfeitos.

Por exemplo, se uma máquina ficou inativa por um total de 10 horas ao longo de 5 falhas, o MTTR seria de 2 horas (10/5=2) de tempo de reparo.

Através do seu cálculo, é possível também obter a manutenibilidade do equipamento, que é a capacidade de um equipamento ser mantido ou recolocado em condições de executar suas funções. Além da manutenibilidade, é possível obter ainda o OEE – Eficiência Global do Equipamento

O cálculo e controle do tempo de reparo na indústria ajuda a entender a rapidez com que o negócio pode se recuperar de uma falha e voltar às operações normais. 

Trabalhar com este dado permite à gestão da manutenção programar todas as inspeções preventivas, para garantir o funcionamento da empresa a todo momento e evitar assim paradas na produção

Para facilitar seus cálculos, utilize a nossa planilha para o cálculo do MTTR! Acesse aqui.

 

A importância do MTTR para as empresas

Ao rastrear e melhorar o MTTR, as empresas podem minimizar o impacto das falhas do sistema e garantir que sejam capazes de se recuperar rapidamente e retomar as operações normais. 

Isso pode ajudá-los a manter uma vantagem competitiva e construir uma reputação de confiabilidade e eficiência. O resultado disso é uma empresa mais lucrativa e capaz de atender a toda a demanda com agilidade.

Aplicações do MTTR na indústria 

O MTTR pode ser aplicado em vários setores da indústria. Saber  o tempo médio gasto para reparar um sistema ou dispositivo depois que ele falhou faz parte das estratégias dos gestores de manutenção

Como aplicações na indústria, podemos citar, por exemplo, quando um equipamento falha e acontece uma parada na produção. O MTTR medirá o tempo necessário de manutenção para que ele volte a funcionar. Não só na manutenção, pense em um site de uma empresa que fica fora do ar. O MTTR medirá o tempo necessário para que o site volte a funcionar. 

O MTTR pode ser aplicado também em uma companhia aérea. Com esse dado é possível rastrear o tempo necessário para consertar um avião parado. Em um hospital, o MTTR pode ser usado para medir o tempo necessário para consertar um aparelho médico com defeito. 

Ao rastrear e trabalhar para melhorar o MTTR, as empresas podem minimizar o tempo de inatividade, reduzir custos e melhorar a satisfação do cliente e, consequentemente, aumentar a confiabilidade do negócio.

Como melhorar o MTTR

Uma estratégia dos gestores de manutenção para o sucesso do seu setor é melhorar o MTTR. Isso requer uma combinação de medidas proativas e gerenciamento eficaz das falhas. Algumas estratégias que podem ajudar incluem investir em sistemas confiáveis, implementar monitoramento automatizado e ferramentas de alerta e estabelecer protocolos claros de resposta rápida diante de problemas inesperados. 

Também é importante revisar e analisar regularmente os dados das falhas para identificar tendências e áreas de melhoria. Ao adotar uma abordagem proativa para o MTTR, as empresas podem minimizar o tempo de inatividade e garantir que sejam capazes de se recuperar rapidamente de falhas do sistema.

Ferramentas para rastrear e gerenciar o MTTR

Há uma variedade de ferramentas e estratégias disponíveis para rastrear e gerenciar o MTTR. Utilizar softwares de gerenciamento para monitorar as falhas e reparos podem ajudar a equipe de manutenção a identificar e responder rapidamente aos problemas. 

Essas ferramentas geralmente incluem recursos como relatórios específicos das falhas e que podem ser acessadas de qualquer lugar. Além disso, ferramentas que conseguem se adaptar à real rotina de cada negócio.

O monitoramento da manutenção é um investimento pois deste setor depende o sucesso do negócio, uma vez que a empresa a produção pode parar, afetando gravemente o desempenho dos negócios.

Sendo assim, a chave para melhorar o MTTR é manter uma abordagem proativa para o gerenciamento das intervenções, monitorar e analisar continuamente os dados de desempenho para identificar áreas de melhoria.

Para conhecer uma ferramenta eficaz para o acompanhamento do MTTR da sua empresa, fale com nossos especialistas e saiba como a nossa solução pode ajudar os seus negócios.

O MTBF também é um indicador muito importante! Saiba mais aqui: MTBF: saiba tudo sobre o Tempo Médio entre Falhas

    SOLICITE UM ORÇAMENTO DO SOFTWARE ENGEMAN®.

    Siga-nos