Wrench Time: saiba o que é e como calcular o Fator de Produtividade na Manutenção

Aprenda neste artigo o que é Wrench Time, a importância para o seu negócio e como calculá-lo para alcançar mais eficiência. Acompanhe!

wrench-time-produtividade-na-manutencao

Em qualquer ramo da indústria sabemos que existem problemas com a produtividade dos colaboradores. Em muitos casos perde-se muito tempo com atividades que não impactam na produção da empresa, o que convenhamos, não é nada lucrativo. 

No setor de manutenção isso não é diferente. Ocorre mau uso do tempo que poderia ser utilizado de forma estratégica. Para mensurar a eficiência na manutenção, os gestores utilizam indicadores que os ajudam a ter uma visão detalhada do seu setor. 

Você que é assíduo ao nosso blog, sabe que já falamos sobre vários indicadores chave, e hoje não será diferente. Falaremos sobre um indicador que auxilia na mensuração da eficiência do seu setor. Estamos falando sobre o Wrench Time, ou Fator de Produtividade.

Para um gestor de manutenção este KPI é essencial, pois mais produtividade significa mais lucratividade. Sendo assim, entender como está a produtividade da manutenção contribui para otimizar as estratégias da gestão. 

Continue conosco e aprenda o que é Wrench Time, a importância para o seu negócio e como calculá-lo para alcançar mais eficiência. Acompanhe!

Compartilhe!

O que é Wrench Time?

O Wrench Time ou Fator de Produtividade na Manutenção é um indicador que mostra o tempo gasto pelo colaborador para realizar as atividades inseridas no seu plano de manutenção. 

Assim como na sua tradução, “tempo de mão na chave”, o wrench time deve considerar apenas o tempo de efetivo trabalho, excluindo, portanto, os tempos com pausas, interrupções, deslocamentos e/ou intervalos.

Portanto, esse indicador avalia a eficiência do processo de manutenção em uma empresa. Ao calcular esse fator, é possível identificar áreas que estão consumindo muitos recursos sem produzir resultados significativos.  

Como calcular Wrench time?

O cálculo do fator de produtividade na manutenção é feito através da comparação entre o tempo gasto em atividades de manutenção e o tempo disponível para realizar essas atividades. Portanto, a fórmula para calcular o wrench time é a seguinte: 

formula wrench time produtividade manutencao - Wrench Time: saiba o que é e como calcular o Fator de Produtividade na Manutenção

Vamos a um exemplo hipotético para você visualizar melhor: se o tempo total disponível para a manutenção em um determinado período for de 100 horas e o tempo gasto em atividades de manutenção for de 70 horas, o cálculo seria o seguinte:

70 horas / 100 horas = 0,7

0,7 x 100 = 70%

Portanto, o fator de produtividade na manutenção nesse exemplo seria de 70%. Simples, não é mesmo? 

Antes de calcular o wrench time é importante entender que nem todo o tempo de trabalho do manutentor na empresa pode ser considerado como de trabalho efetivo. Durante a jornada de trabalho, o colaborador pode ter seu tempo dividido entre tempo produtivo, deslocamentos, atrasos em geral, paradas para recebimento de instruções, etc.

Ainda que seja difícil mensurar todos os tempos, é essencial entender a produtividade do setor de manutenção, pois assim a gestão conseguirá entender melhor quão produtivo é o seu time. Também ajuda a entender os motivos das pausas e assim ter condições de otimizar esses tempos. 

Por exemplo, se o manutentor gasta muito tempo em deslocamentos para buscar peças e equipamentos em locais distantes do seu posto de trabalho, o gestor pode buscar estratégias para reduzir este tempo com mudanças internas e assim impactar no tempo de produtividade.     

 

Como aumentar o Wrench Time na manutenção

Agora que você já sabe como realizar o cálculo da produtividade na manutenção, é importante saber como você pode aumentá-lo para conseguir otimizar o seu setor. A seguir deixamos algumas dicas interessantes e que podem ser muito úteis à sua gestão:

  • Realize uma análise de produtividade: antes de implantar qualquer medida, você precisa entender onde estão os problemas de produtividade. Realize uma análise minuciosa do seu processo de manutenção para então identificar áreas de baixa produtividade;
  • Foque em treinamentos e capacitações: uma equipe capacitada é fundamental para melhorar a produtividade na manutenção. Tenha certeza de que a sua equipe possua as habilidades necessárias para realizar as atividades de forma eficiente e eficaz. 
  • Utilize tecnologia e ferramentas especializadas: a tecnologia tem um papel importante na melhoria da produtividade na manutenção. Utilize ferramentas e software de gestão da manutenção especializados para otimizar o fluxo de trabalho e facilitar o acompanhamento das atividades.
  • Defina as metas e indicadores de desempenho: estabeleça metas claras e alcançáveis de produtividade e defina os indicadores de desempenho. Com isso será possível realizar um monitoramento  do progresso e manterá a equipe mais focada e motivada rumo à otimização da produtividade.
  • Implemente medidas de melhoria contínua: implemente medidas de melhoria contínua, como revisão periódica do processo, identificação de oportunidades de otimização e implementação de melhorias.
  • Otimize o planejamento de manutenção: um planejamento eficiente e alinhado às atividades de manutenção pode ajudar a reduzir o tempo de parada e melhorar a produtividade. Programe as atividades de forma a minimizar interrupções na produção.
  • Facilite a comunicação da equipe: uma comunicação eficiente e uma colaboração entre a equipe de manutenção podem ajudar a melhorar a produtividade. Implante canais de comunicação para uma comunicação mais assertiva entre os membros da equipe.
  • Monitore e avalie o desempenho: acompanhe o desempenho da equipe regularmente e avalie os resultados. Procure por gargalos e resolva-os de forma estratégica. Isso ajudará a visualizar aquelas áreas que precisam de melhorias adicionais e a tomar medidas corretivas.

A média dos valores de produtividade não passa dos 35%. Mas com os planejamentos e estratégias adequadas, é possível aumentar muito este valor, chegando a níveis de classe mundial, ou seja, acima de 55%, conforme citado por Richard Palmer.

Para conseguir esta melhora na produtividade, a tecnologia pode ter um papel fundamental nos seus resultados. Através da coleta e armazenamento de dados, é possível realizar um acompanhamento e assim tomar decisões bem embasadas. 

Por que o Wrench Time é importante na manutenção?

Através dos cálculos de produtividade, é possível entender como funciona o seu setor de manutenção. É importante destacar que o wrench time deve ser calculado para a equipe num todo, e não ser utilizado como ferramenta de punição, pois aqui o que você está buscando é a eficiência geral da sua gestão. 

Com uma visão mais clara do tempo de atividade efetiva da equipe, o gestor consegue entender se o setor precisa de mais colaboradores ou se é necessário realizar mudanças internas para otimizar os trabalhos.

Ao identificar áreas de baixa produtividade, você pode implementar medidas corretivas para melhorar o tempo gasto em atividades de manutenção. Isso resultará em um uso mais eficiente dos recursos disponíveis, reduzindo custos e aumentando a eficiência geral.

Além disso, melhorar o fator de produtividade na manutenção também pode levar a uma redução no tempo de inatividade não planejado, garantindo um fluxo contínuo de trabalho.

Outro benefício é a melhoria da qualidade do trabalho de manutenção. Ao identificar áreas de baixa produtividade, você pode implementar treinamentos e capacitações para a sua equipe de manutenção, garantindo que eles tenham as habilidades necessárias para realizar as atividades de forma eficiente e eficaz.

Melhorar o fator de produtividade na manutenção também pode levar a um aumento na satisfação do cliente. Com um processo de manutenção mais eficiente, você pode garantir que os equipamentos e máquinas estejam sempre em bom estado de funcionamento, reduzindo o tempo de parada e garantindo a entrega de produtos ou serviços de qualidade aos seus clientes. Isso garante mais confiabilidade ao seu  negócio.

Como a tecnologia pode ajudar no acompanhamento dos indicadores?

Os indicadores de manutenção fornecem dados valiosos para os gestores de manutenção. Controles como a Confiabilidade, Backlog, MTBF, MTTR, Disponibilidade e Produtividade são de fundamental importância para a construção estratégica do plano de manutenção. 

Portanto, quanto mais confiáveis forem os seus dados, mais precisas serão as suas decisões. Neste sentido, a coleta e tratamento de dados da manutenção é a chave para o correto controle desses indicadores. 

A tecnologia tem se mostrado cada vez mais essencial no sentido em que permite aos gestores um tratamento assertivo de dados e uma visualização global do seu setor. Softwares robustos reúnem em um único lugar toda a história das intervenções e ainda emitem alertas e relatórios bem estruturados. 

Como exemplo, podemos sugerir o software Engeman®. Com mais de 290 relatórios, os gestores podem planejar corretamente todas as ações da sua manutenção com base no histórico das intervenções da manutenção. Com isso você pode potencializar a produtividade do seu setor com decisões altamente estratégicas.

Para mais detalhes, conheça todas as funcionalidades do Engeman® através de uma análise detalhada com nossos analistas. Deixe-nos ajudá-lo a potencializar a produtividade da sua manutenção!

    SOLICITE UM ORÇAMENTO DO SOFTWARE ENGEMAN®.

    Siga-nos