Subestação de Energia: o que é e como realizar a manutenção

Entenda o que são as Subestações de Energia, a importância e como realizar a manutenção com a ajuda de um software especialista. Acompanhe!

Entenda o que são as Subestações de Energia, a importância e como realizar a manutenção com a ajuda de uma software especialista.

Entender como funciona a distribuição da energia que vem das usinas até chegar nas residências, em pontos comerciais e também nas indústrias nem sempre é fácil. 

Mas trouxemos aqui um artigo descomplicado o funcionamento deste processo e o que o mundo da manutenção tem a ver com isso.   

E no meio disso tudo vamos ver a importância das Subestações de Energia. O papel delas é importantíssimo para que as empresas possam executar suas atividades com uma fonte segura de energia.

E você verá que para manter essas subestações em bom funcionamento e deixar a sua empresa em operação sem faltar fonte de energia e de forma segura, é indispensável o uso de um software que te ajudará a executar as manutenções de forma inteligente. Acompanhe!

Compartilhe!

O que é uma Subestação de Energia?

Uma subestação de energia é composta por vários equipamentos que são responsáveis por distribuir a energia elétrica regulando de forma a elevar ou rebaixar para que essa energia chegue de modo ideal e segura até o uso final . A subestação, juntamente com seus equipamentos, irá distribuir a energia aumentando ou diminuindo de acordo com cada necessidade.

Devido a diversos fatores não é possível receber a energia da forma que ela vem diretamente das usinas, e as subestações estão no meio desse processo para que essa energia chegue até nós.

De forma resumida, a energia elétrica que é gerada nas usinas passa por um caminho de transporte por meio de linhas ou torres de transmissão de alta tensão, depois disso chegam às subestações transformadoras de energia (elevatórias) e redes de distribuição, e elas conectam essa energia até diferentes localidades com linhas de alta tensão, chegando até nós pelos transformadores.

Quais são os tipos de Subestações de Energia?

As subestações são classificadas de diversas formas e estão em vários lugares, cada uma possui uma função diferente. Vejamos abaixo 4 tipos de subestação:

  • Subestações elevatórias: estas ficam próximas às usinas e têm como objetivo elevar a tensão para chegar aos centros de consumo de um modo econômico.
  • Subestações de energias abaixadoras: têm o objetivo de diminuir a tensão para aí então chegar aos consumidores finais, neste caso nós.
  • Subestação de energia de distribuição: são encontradas normalmente nos centros urbanos e têm como objetivo reduzir a tensão para a energia chegar então às redes de distribuição.
  • Subestação de consumidor: são locais como indústrias, hospitais, estádios de futebol, prédios de hotelaria, entre outros lugares, que necessitam de uma maior e específica de carga de energia e que possuem suas próprias subestações.

Leia também: Manutenção nos estádios – veja como a Arena das Dunas otimizou os seus processos com o Engeman®

Quais são os tipos de Instalação das Subestações de Energia?

Existem vários tipos de instalação das subestações e cada uma é projetada visando atender os requisitos de distribuição da energia. Veja a seguir os tipos mais comuns: 

  • Instalação externa: também conhecida como instalação a céu aberto, esse tipo de instalação necessita de equipamentos mais resistentes e que vão ter mais durabilidade ficando expostos a condições climáticas como chuva, sol, vento e entre outros fatores que possam afetar sua integridade. Por isso precisam de uma atenção grande em relação a manutenção.
  • Instalação abrigada: como o próprio nome diz esse tipo de instalação deixa a subestação em um local abrigado ou interno, protegendo assim da exposição a condições climáticas e desastres naturais. Mas não se engane, esse tipo de instalação também precisa de manutenção e requer mão de obra especializada. 
  • Instalação subterrâneas: normalmente vemos este tipo de instalação em locais que possuem pouco espaço, também precisa de alguns cuidados, tanto em relação a manutenção quanto em relação ao próprio local que será instalada, um desses cuidados, por exemplo, é a necessidade de estar em um local protegido de infiltrações.
  • Instalação em cabine metálica: com certeza você já viu este tipo de instalação em shoppings, edifícios, ou até mesmo em algumas empresas. Normalmente tem um custo de instalação mais elevado, mas tem a vantagem de economia de espaço, pois as cabines metálicas podem ser compactas.

É muito importante ressaltar que, para que os projetos das instalações sejam realizados e possam ser instalados eles precisam seguir uma série de normas que precisam ser aprovadas pelos órgãos responsáveis. Normas como a NBR 14039, NBR 15751, NBR 5410, dentre outras. 

Além disso, você precisa de contar com a ajuda de profissionais da área com a qualificação correta, que tenham conhecimento adequado e cursos especializados que também atendam a uma série de normas, como a NR 10, por exemplo.

 

Como fazer a manutenção em Subestações de Energia?

É extremamente importante executar as manutenções nas subestações elétricas de forma responsável. Isso vai ajudar a evitar acidentes elétricos como curtos, explosões e incêndios que causam a parada do funcionamento de toda uma estrutura, além de acidentes com pessoas e estragos ao meio ambiente.

Para isso é necessário possuir planos de manutenção preditivos, preventivos e corretivos programados. E sabemos que montar a estrutura de um plano e executá-lo não é tão simples assim.

Sabendo disso, o software Engeman® tem um menu completo sobre planos de manutenção para te auxiliar com essa responsabilidade. Com os planos de manutenção montados no Engeman®, você poderá registrar dados como temperatura, para medir o aquecimento, ocorrências causadas nas peças, entre outros tipos de informações.

Como em subestações é necessário fazer inspeções específicas, o software escolhido deve auxiliar nestes tipos de inspeções, algumas delas são:

  • Inspeções visuais: vão apontar corrosões, deterioração e vazamento dos equipamentos;
  • Análises termográficas: que servirão justamente para medir o aquecimento e então evitar os curtos.
  • Testes químicos: que servirão para avaliar os óleos isolantes dos equipamentos. Inclusive a execução destes testes é exigida pela norma NBR 7036. Como é um teste que é exigido pelo menos uma vez ao ano, com o Engeman® você consegue deixar um plano de manutenção programado exclusivamente para uma única data desejada dentro do ano requerido.

Além do auxílio de um software completo você também vai precisar de um profissional qualificado.  No Engeman® você consegue relacionar apenas os profissionais que têm qualificação especializada para executar um plano de manutenção

E não para por aí, com os planos de manutenção do Engeman® você também pode relacionar os materiais apropriados para cada tipo de serviço.

Quais são os benefícios da manutenção em uma Subestação de Energia?

Poderíamos enumerar uma lista enorme com os benefícios ao executar uma manutenção inteligente em subestações. Mas listamos apenas alguns que já irão passar uma ideia da imensidão de como é benéfico possuir um plano de manutenção bem estruturado e um software inteligente que auxilie nesse processo.

  • Redução de custo: mantendo a manutenção em dia de forma correta você consegue evitar paradas inesperadas que geram manutenção corretiva não programada com custo alto e dor de cabeça.
  • Mais segurança: estragos em subestações podem ser perigosos para sua equipe e para o local de trabalho, pois além de causar grandes estragos, podem causar acidentes de alto grau, como explosões.
  • Aumento de indicadores: maior controle de indicadores como disponibilidade e confiabilidade, evitando a parada de uma subestação. Com a manutenção adequada, sua empresa continua em funcionamento, produzindo mais e de maneira confiável permitindo com que os equipamentos operem bem.

Conclusão

Vimos nesse artigo que, para manter o bom funcionamento de uma subestação de energia elétrica, é preciso atender a uma série de procedimentos. E é claro, realizar uma manutenção correta que também atenda a todas as normas necessárias cumprindo assim as regras exigidas.

Com tantas exigências, não é fácil organizar isso tudo apenas em planilhas e manter tudo em dia. É preciso contar com o auxílio de um software que tenha ferramentas para te ajudar com todos esses procedimentos.

Com o software Engeman® você consegue realizar todas as programações para a execução de uma manutenção eficiente, com elaboração de planos e muitas outras ferramentas.

Para saber mais sobre o assunto, agende uma demonstração com a nossa equipe. Esperamos por você!

Você também vai gostar de ler:

    SOLICITE UM ORÇAMENTO DO SOFTWARE ENGEMAN®.

     

    Siga-nos