Entenda a importância do controle de custo da manutenção no agronegócio

custo-manutencao-agronegocio

Controlar o custo da manutenção no agronegócio é muito importante, tendo em vista a otimização das atividades para alcançar resultados com menor valor. 

É sobre esse assunto que falaremos neste artigo! Nos tópicos a seguir, vamos explicar o que é a gestão da manutenção, como fazer o controle de custos e qual sua importância no agronegócio. 

Interessado em obter todas essas informações? Então, é só seguir com a leitura!

Saiba o que é gestão da manutenção e suas principais características

A gestão da manutenção é uma atividade que pode ser aplicada a qualquer ativo envolvendo o agronegócio. Podem ser geridos implementos agrícolas, frotas, plantas industriais, instalações de secagem, abate, armazenagem, facilities, utilidades, entre outras necessidades na cadeia do processo.

Resumidamente, a gestão da manutenção se aplica em qualquer atividade ou tarefa em que seja necessário utilizar princípios ao nível de classe mundial. Com ela é possível prever e reduzir custos, no que se refere à contratação de colaboradores, uso do maquinário, entre outros.

Melhores práticas de manutenção

É importante salientar que, na gestão da manutenção do agronegócio, é possível implementar as melhores práticas para o controle efetivo das rotinas e processos referentes às manutenções corretivas, preventivas e preditivas, bem como as inspeções, lubrificações, rotas, entre outros.

Vale lembrar também que a implementação e a forma de funcionamento do processo de manutenção no agronegócio vão de acordo com a cultura atual e esperada com relação à implementação das melhores práticas de gestão e à forma de uso e implementação de ferramentas de gestão, como os sistemas CMMS e EAM. Além disso, podem ser controlados resultados e indicadores.

A gestão da manutenção evita vários problemas de operação comuns no agronegócio, como a parada dos ativos por motivo de falha ou quebra e problemas relacionados a suprimentos e peças.

Ao adotar boas práticas manutenção, se tem uma gestão efetiva dos ativos, podendo ser obtidos indicadores como o MTBF (Tempo Médio entre Falhas), MTTR (Tempo Médio para Reparo), disponibilidade, confiabilidade, taxa de falhas, custos, entre outros. 

Entenda como fazer o controle do custo da manutenção

O controle de custo da manutenção é muito importante para a otimização da gestão do agronegócio, uma vez que os valores envolvidos estão diretamente ligados à apuração dos preços pagos para realizar as operações, serviços e produtos finais.

Observe, a seguir, algumas dicas práticas sobre como fazer o controle do custo da manutenção no agronegócio.

Utilize uma solução CMMS e EAM

Para realizar o controle de custo da manutenção no agronegócio, é fundamental que seja utilizada uma solução do tipo CMMS – Computerized Maintenance Management System e o EAM – Enterprise Asset Management.

Esses sistemas garantem que a gestão seja feita de forma correta, permitindo que sejam feitos registros de todas as operações de manutenção realizadas. Tudo é registrado, desde a aquisição de um bem, até a condução da sua vida útil e desativação.

Apure os custos previstos e os custos reais da manutenção

Uma vez que uma boa ferramenta de gestão esteja sendo utilizada, é possível que se implemente as melhores práticas de planejamento e controle de manutenção. 

De tal maneira, você poderá fazer a apuração dos custos previstos e dos custos reais do processo. Logo, será possível ter uma visão ampla e evitar gastos desnecessários, bem como paradas emergenciais do maquinário, já que o investimento para manutenção preventiva estará incluso nas despesas previstas.

Garanta que a apuração seja desdobrada

Ainda sobre a apuração dos custos previstos e reais, é importante que, além de efetiva, ela seja desdobrada por grupos de ativos, centro de custo, conta contábil, localização, tipo de manutenção, setor executante, entre outros filtros.

De tal maneira, será possível o detalhamento, rateio e apuração necessários ao processo de gestão.

Veja a importância do controle do custo da manutenção no agronegócio

A importância do controle efetivo dos custos de manutenção para a otimização da gestão do agronegócio é de grande importância. Esses valores estão diretamente ligados à apuração dos orçamentos das operações, dos serviços e produtos finais do processo do agronegócio.

Assim, um custo otimizado na manutenção influenciará na otimização de outros custos e preços envolvidos, até a precificação do produto final da cadeia de processos do agronegócio.

O controle de custo da manutenção no agronegócio também é relevante por conta dos benefícios que ele gera. São inúmeras vantagens, que fazem parte dos indicadores primordiais para a tomada de decisão.

Quando o agronegócio tem implantado um processo de gestão efetiva da manutenção, ao nível de classe mundial, utilizando uma ferramenta de CMMS/EAM bem implementada, é possível apurar todos os custos previstos e realizados, tais como:

  • mão-de-obra: custos previstos e reais de mão-de-obra dos colaboradores, próprios ou terceirizados, sendo possível o cálculo com base no custo da hora trabalhada;
  • serviços: custos previstos e reais de serviços extras ou fornecedores contratados;
  • materiais: custos previstos e reais dos materiais, ferramentas, equipamentos de proteção individual (EPIs) utilizados no planejamento e realização da manutenção;
  • interferência: custos previstos e reais da interferência no processo produtivo.

Com esses dados, é possível a realização de análise e tomada de decisão a partir de indicadores de desempenho (KPIs), dashboards, relatórios, gráficos, cubos OLAP, entre outras métricas necessárias para apuração, análise e projeção dos custos envolvidos com a manutenção no agronegócio.

Conclusão

Para finalizar, é importante compreender que há vários desafios enfrentados para uma gestão efetiva do custo em manutenção do agronegócio. Entre os principais estão a falta de informação, mudanças culturais nas rotinas e processos, falta de apontamentos, ausência de uma ferramenta de gestão, pouca mão-de-obra qualificada, entre outros.

Esperamos que o nosso artigo tenha ajudado você a superar esses desafios, para que possa desenvolver um controle de custo da manutenção no agronegócio eficiente. Assim, você poderá ter resultados e uma lucratividade ainda mais positivos.

Achou este material interessante? Então, nos acompanhe nas redes sociais e veja outras publicações de seu interesse. Estamos no Facebook, no YouTube e no LinkedIn.

Deixar comentário.

7 + 10 =

Share This